Featured Slide

5/slideshow/custom

Portugal: Dihaj no Porto em Julho

por junho 23, 2017

A representante do Azerbaijão no Festival Eurovisão da Canção 2017 (ESC) estará no convívio da OGAE Portugal, que se realizará no dia 8 de julho no Porto.

A equipa da OGAE Portugal revelou no Facebook a presença da cantora azeri no evento "Eurovisão à moda do Porto". Este evento compor-se-à de um jantar e de uma festa de tema eurovisivo, no clube Pérola Negra.
As inscrições para este evento podem agora ser feitas a contacto: geral@ogaeportugal.pt.

O Azerbaijão estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 2008 e já ganhou uma vez: em 2011, com Ell & Nikki e a canção “Running Scared”. Em 2017 o país foi representado por Dihaj e a canção “Skeletons”, alcançando o 14º lugar na final com um total de 120 pontos, sendo a favorita do júri português. 

Reveja a atuação de Dihaj:

JESC 2017: Albânia escolhe em Setembro

por junho 23, 2017
Radio Televizioni Shqiptar (RTSH), emissora albanesa, confirmou a participação no Festival Eurovisão da Canção Júnior 2017 (JESC).

A selecção nacional albanesa será dia 23 de Setembro em Tbilisi, Geórgia. Um total de 16 canções serão seleccionadas por um júri depois das submissões públicas. Ainda não foi anunciado como o vencedor da competição será seleccionado. 

Perfazem, assim, um total de 8 países confirmados para o JESC 2017.

A Albânia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção Júnior em 2012 e o seu melhor resultado é o décimo segundo lugar nesse ano com Igzidora Gjeta e a canção “Kam një këngë vetëm për ju”. Em 2016 o país será representado por Klesta Qehaja e a canção “Besoj”. 


Fonte: Eurovoix

ESC 2017: Emissora ucraniana tenta reaver o fundo de garantia exigido pela EBU

por junho 23, 2017

Foi confirmado ontem que o fundo de garantia de 15 milhões de euros que a emissora ucraniana transferiu para a European Broadcasting Union (EBU), na eventualidade de não conseguir sediar o evento, está congelado em Genebra, Suíça.

A emissora ucraniana, Zurab Alasania, anunciou estar a tomar medidas legais para que seja devolvido o fundo de garantia. Uma equipa de advogados foi contratada para, em palavra do director geral da emissora ucraniana, "clarificar as circunstâncias da acção judicial e para determinar o procedimento a aplicar à apreensão [do fundo de garantia], de acordo com a legislação suíça".

Ainda não foi declarada a razão pela apreensão dos 15 milhões de euros e, este ano, foi o primeiro ano em que a EBU exigiu este fundo ao país anfitrião do evento.

Fonte: Eurovoix

ELC 2017: Sasha Son confirmado para Setúbal

por junho 22, 2017

Sasha Son, representante da Lituânia no Festival Eurovisão da Canção (ESC) em 2009, estará presente na próxima edição do Eurovision Live Concert (ELC), em Setúbal.

A organização do ELC confirmou a presença de Sasha Son na maior festa eurovisiva portuguesa, a acontecer no próximo dia 9 de setembro, no auditório José Afonso, em Setúbal. 
Sasha Son foi representante da Lituânia em 2009, na edição do ESC em Moscovo, na Rússia, tendo ficado em 23º lugar, na grande final. 
O representante lituano vem juntar-se a conhecidos nomes, como é o caso de Nathan Trent (Áustria 2017), Ilinca & Alex Florea (Roménia 2017), Sanja Vucic (Sérvia 2016), Anabela (Portugal 1993), Célia Lawson (Portugal 1997), e à cantora espanhola Mirela (FN 2017).

Para além da sua participação no ESC 2009, Sasha Son tentou regressar novamente ao festival europeu, tendo participado mais quatro vezes na final nacional lituana. A última vez que isso aconteceu foi em 2017. 

 Recorde a atuação de Sasha Son no ESC 2009:


Fonte: ESC Portugal / Vídeo: Youtube




ESC 2018: França procura representante para o festival

por junho 22, 2017


O principal canal público francês iniciou a procura pelo representante francês para o Festival Eurovisão da Canção (ESC) em 2018. As inscrições para os interessados encontram-se abertas a partir do dia de hoje. 

O principal canal público francês, France 2, abriu a partir de hoje as candidaturas aos interessados em representar o país na próxima edição do Festival Eurovisão da Canção, em 2018, a realizar em Portugal. Os candidatos têm de assegurar que a canção candidata não será divulgada em qualquer plataforma antes do dia 1 de setembro. Será admitido um número máximo de quatro autores por canção, e os mesmos terão de estar registados na Sociedade dos Autores, Compositores e Editores Musicais (SACEM) francesa. 

Este ano há uma novidade na seletiva francesa, uma vez que existe a possibilidade do canal público francês organizar uma seleção nacional em colaboração com a Endemic, Mission Eurovision. Contudo, esta informação ainda não foi confirmada oficialmente pela emissora. A última vez que a França organizou uma final nacional foi em 2014. 

A França estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1956 e já ganhou cinco vezes: em 1958, com André Claveau e a canção "Dors, mon amour", em 1960, com Jacqueline Boyer e a canção "Tom Pillibi", em 1962, com Isabelle Aubret e a canção "Un premier amour", em 1969, com Frida Boccara e a canção "Un jour, un enfant", e em 1977, com Marie Myriam e a canção "L'oiseau et l'enfant". Em 2017 a França foi representada pela cantora Alma, com a canção "Requiem", ficando em 12º lugar, com 135 pontos. 

Recorde a atuação da França no ESC 2017:


Fonte: Oikotimes /Vídeo: Youtube





EYD 2017: Portugal volta à competição

por junho 22, 2017

Portugal regressa ao Festival Eurovisão de Jovens Dançarinos (EYD), após seis anos desde a sua última praticipação no concurso. A lista de participantes foi revelada esta tarde pela European Broadcasting Union (EBU).

A European Broadcasting Union (EBU) fez saber que a 15.ª edição do Festival Eurovisão de Jovens Dançarinos (EYD) decorrerá a 16 de dezembro, sábado, no Centro de Congressos de Praga, República Checa. Isto devido à desistência da organização da emissora de Malta, onde inicialmente se iria realizar o concurso.

O EYD contará com jovens dançarinos entre os 16 e os 21 anos, e será disputado (até à data) por oito países. A maior supresa é o facto de Portugal regressar ao lote de participantes, após seis anos de ausência. Jon Ola Sand, supervisor executivo do evento afirmou que "esta é uma competição importante para os jovens dançarinos no limiar de uma carreira importante" e que a "EBU está entusiasmada por celebrar a vitalidade e o ecletismo da dança moderna com os seus parceiros" esperando, assim, "encontrar a nova estrela da dança europeia em Praga".

O vencedor será apurado por um conjunto de especialistas em dança, que avaliará as atuações individuais e em grupo, e as coreografias estarão a cargo de Petr Zuska, diretor artístico do Ballet Nacional da República Checa. Sabe-se ainda que Libor Bouček voltará a repetir a apresentação do evento.

A EBU revelou que o número de participantes poderá dilatar nos próximos dias, uma vez que os interessados podem inscrever-se até ao dia 15 do mês de julho.

Veja a lista de países já confirmados no EYD 2017:

Alemanha
Eslovénia
Malta
Noruega
Polónia
Portugal
República Checa (país organizador)
Suécia

Portugal estreou-se no Festival Eurovisão de Jovens Dançarinos em 1989 com Ana Lacerda e fez-se representar mais duas vezes: por Sónia Lima, em 1991, e por Ricardo Macedo, em 2011. Em nenhuma dessas participações conseguiu disputar o duelo em que é decidido o grande vencedor. 

Veja uma recapitulação da edição de 2011, onde participou Ricardo Macedo, representante português:


Fonte/Vídeo: ESCPortugal



Com tecnologia do Blogger.