Featured Slide

5/slideshow/custom

Ucrânia: EBU lança apelo ao governo ucraniano para financiar a UA:PBC

por setembro 25, 2017

European Broadcasting Union (EBU) pediu ao governo ucraniano para assegurar que a emissora estatal do país, Natsionalna Telekompaniya Ukrayiny (UA:PBC), recebe o financiamento adequado.

A European Broadcasting Union (EBU) anunciou, na manhã de ontem, que entrou em contacto com o governo ucraniano para que este financiasse a Natsionalna Telekompaniya Ukrayiny (UA:PBC), emissora pública da Ucrânia. A declaração da EBU ocorreu após a notícia de que o financiamento do organismo de radiodifusão seria reduzido para apenas 0,2% do Orçamento de Estado, algo equivalente a 40 milhões de euros, um dos orçamentos mais pequenos de qualquer organismo público de radiofusão do continente europeu.

O diretor-geral da UA:PBC, Zurab Alsania, afirmou o seguinte: "[Estamos] a passar por momentos muito difíceis. É uma época de reforma e estamos a reconstruir uma antiga empresa num serviço público independente. A falta de financiamento põe em causa todo o processo de reforma e também o nosso futuro".

O diretor-geral da EBU, Noel Curran, reagiu, afirmando que a EBU já entrou em contacto com o governo: "[solicitamos] ao governo ucraniano que assegure fundos adequados, justos e independentes para a UA:PBC, de acordo com a lei da Ucrânia e os padrões europeus. Uma queda súbita nos seus níveis de financiamento prejudicaria o importante processo de reforma da estação que se comprometeu a operar como organização de serviço público sustentável e independente".

A Ucrânia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 2003 e já ganhou por duas vezes: em 2004, com Ruslana e a canção "Wild Dances", e em 2016, com Jamala e a canção "1944", alcançando um total de 534 pontos. Em 2017 o país foi representado pelos O. Torvald e a canção "Time", alcançando o 24º lugar na final com um total de 36 pontos.

Reveja "Time":


Fonte: Eurovoix; Vídeo: Eurovision.tv

Portugal: irá haver final nacional para o JESC 2017

por setembro 23, 2017

Portugal irá ter uma final nacional para eleger o seu representante para o Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC) deste ano: Júniores de Portugal. 

Na passada terça feira, dia 19, foram revelados, aqui, os nomes dos cinco candidatos para representar Portugal na próxima edição do Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC). Sabe-se agora que dia 5 de outubro haverá uma final nacional, Júniores de Portugal, de modo a eleger o representante português para o certame. 

Como se pode ler na grelha de programação da Rádio e Televisão de Portugal 1 (RTP1), Júniores de Portugal terá início às 17 horas. Quanto aos apresentadores, Jorge Gabriel e Sónia Araújo, apresentadores do programa "A Praça", são os escolhidos.

Leia a apresentação da competição:

"Passaram dez anos desde que Portugal arriscou participar no Junior Eurovision Song Contest. Em 2017, confirma-se a presença portuguesa entre os participantes. 
Num programa apresentado por Sónia Araújo e Jorge Gabriel vamos conhecer o concorrente vencedor que irá representar Portugal na arena Olympic Palace, em Tbilisi, no dia 26 de novembro."

Portugal estreou-se no Festival Eurovisão da Canção Júnior em 2006. A sua melhor classificação foi o décimo quarto lugar com Pedro Madeira e a canção "Deixa-me sentir" que obteve 22 pontos nesse mesmo ano. A última vez que Portugal participou foi em 2007, com Jorge Leiria e a canção "Só Quero é Cantar", tendo alcançado a 16ª posição com 15 pontos.

Reveja "Só Quero é Cantar":


Fonte: RTP; Vídeo: JESCTV 2007



ESC 2018: Montenegro confirma pré-inscrição

por setembro 22, 2017

A Radio Televizija Crne Gore (RTCG), emissora nacional montenegrina, revelou que Montenegro já enviou a documentação necessária para poder participar no Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2018, em Lisboa.

A Radio Televizija Crne Gore (RTCG), emissora estatal de Montenegro, já tratou da papelada necessária para a participação do país no próximo Festival Eurovisão da Canção (ESC). Contudo, a emissora ainda não confirmou oficialmente a sua participação. 

Ainda nada se sabe em relação à forma como o país irá selecionar o seu representante e respetiva canção. Slavko Kalezić, representante montenegrino deste ano, foi selecionado através de uma seleção interna e, por isso, espera-se que para o ano o método de seleção seja igual.

O Montenegro estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 2007 e o seu melhor resultado é um décimo terceiro lugar na final de 2015, com Knez e a canção “Adio”, e um total de 44 pontos. Em 2017, o país foi representado por Slavko Kalezić e a canção “Space”, alcançando o 16º lugar na primeira semifinal com um total de 56 pontos.

Reveja “Space”:


Fonte: ESCToday; Vídeo: Eurovision.tv



Suíça: recorde de músicas na final nacional

por setembro 22, 2017

A Schweizer Radio und Fernsehen (SRF), emissora suíça, recebeu 670 músicas para o Entscheidungsshow, o que perfaz um novo recorde na competição.

Destas 670 propostas, um júri de 20 pessoas vão escolher apenas seis que se vão juntar a outras sete escolhidas internamente pela emissora. A final nacional está marcada para 4 de fevereiro e todo este processo de "reformulação" teve ajuda sueca (Christer Björkman e Martin Österdahl).

A Suíça estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1956 e já ganhou duas vezes: em 1956, com Lys Assia e a canção “Refrain”, e em 1988, com Céline Dion e a canção “Ne partez pas sans moi”. Em 2017 o país foi representado pelos Timebelle e a canção “Apollo”, alcançando o 12.º lugar na segunda semifinal com um total de 97 pontos.

Recorde "Apollo":


Fonte: Oikotimes/Vídeo: Eurovision Song Contest



JESC 2017: Sérvia escolherá dia 30 de setembro

por setembro 22, 2017

Radio-televizija Srbije (RTS) anunciou que a escolha da canção e artista que representará a Sérvia no Festival Eurovisão da Canção Júnior 2017 será feita no dia 30 de setembro.

A RTS recebeu 18 submissões de canções, das quais foram reduzidas, por um júri, a apenas três candidatos. Um júri composto por artistas selecionará a canção vencedora numa final denominada de “Dečjoj pesmi Evrovizije”.  As canções que disputarão a final da selecção serão:

  • “Šta je svet bez ljubavi” (What is the world without love) – Irina Arsenijevic

  • “Ceo svet je naš” (The whole world is ours) – Irina Brodić and Jane Paunović

  • “Ove zvezde smo ti i ja” (These stars are you and me) – Darija Vračević


A Sérvia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção Júnior em 2006. O seu melhor resultado é um terceiro lugar que alcançou por duas vezes: em 2007 com Nevena Bozovic e “Pisi mi” e em 2010 com Sonja Skoric e a canção “Carobna noc”. Em 2016, o país foi representado por Dunja Jeličić e a canção "U La La La", alcançando o 17.º lugar com um total de 14 pontos.

Reveja "U La La La":


Fonte: eurovoix




Cróacia: seleção nacional Dora de volta?

por setembro 21, 2017

A imprensa croata tem vindo a especular acerca do regresso do Dora, antigo método de seleção nacional da canção para o Festival Eurovisão da Canção (ESC). 

Siniša Škarica, editor e produtor do Croacia Records, afirmou que o regresso da final nacional seria um modo de integrar o público croata na seleção do seu representante. tendo oportunidade de eleger a sua canção favorita.

O chefe de delegação croata, Ksenija Urličić, concorda com o produtor, acreditando que poderia ser um modo de aumentar o interesse do país no ESC.

O Dora foi utilizado de 1993 a 2011 para eleger os representantes croatas no ESC. A seleção nacional deixou de ser organizada, devido ao baixo interesse do país no programa e aos resultados não satisfatórios.

A Croácia estreou-se como país independente no Festival Eurovisão da Canção em 1993 e o seu melhor resultado é uns dois quartos lugares: em 1996, com Maja Blagdan e a canção “Sveta ljubav”, e em 1999, com Doris Dragović e a canção “Marija Magdalena”. Em 2017, o país foi representado por Jacques Houdek e a canção “My Friend”, alcançando o 13º lugar na final com um total de 128 pontos.

Ouça "My Friend":




Fonte: Eurovoix/Imagem: Independent/Vídeo: Eurovision Song Contest



Com tecnologia do Blogger.