[ENTREVISTA] CONHEÇA MELHOR RUI ANDRADE!



    Rui Alexandre Gonçalves de Andrade, nasceu a 21 de Setembro de 1984. A música foi sempre um fator presente na sua vida, mas foi em 2003, quando tinha 18 anos, que se tornou conhecido para o público geral ao participar na primeira edição do programa Ídolos da SIC. De entre cerca de 9000 concorrentes ficou em 11º lugar, tendo sido alvo de muitos elogios por parte dos jurados. 


   Rui Andrade é já um nome bem conhecido dos eurofãs portugueses, muito por culpa da sua brilhante participação no FC 2011, onde terminou em terceiro lugar. Mas o seu currículo não se cinge a esse momento! Rui, para além dos seus dotes vocais, também é reconhecido pela sua veia de ator, tendo sobressaído na série juvenil “Morangos com Açúcar”. Para além de “Moranguito”, Rui já interpretou papéis em vários musicais, inclusive os West Side Story e Um violino no telhado de Lá Féria. 


   Rui será o décimo primeiro a atuar no dia 10 de março, tendo como compositores Miguel Majer e Inês Vaz. O tema já tem título divulgado, sendo esse “Amor a Preto e Branco”. Será o título uma pista para que o que iremos assistir no FC 2012? Teremos “em mãos” uma música retro?! Algo é certo, Rui Andrade irá presentear-nos com uma excelente interpretação, como de costume.  

ENTREVISTA:

O que o levou a concorrer ao Festival da Canção 2012?
Concorri pela experiência do ano anterior, e porque continua a ser sonho antigo representar o meu país.
Como encara o nosso processo de seleção do FC? Concorda com a escolha, em separado, de cantores e compositores?
Acho um processo inovador, interessante, mas só depois do FC é que vamos perceber se valeu a pena ou não relativamente à qualidade do Festival.
Como idealiza a sua atuação no dia 10 de Março? Já tem algo em mente?
Sim, já tenho tudo pensado... A única coisa que posso garantir e revelar é toda a minha entrega para uma grande interpretação.
Se conseguisse chegar ao palco da Eurovisão, em que aspetos apostaria mais?
No aspeto visual e na interpretação. No aspeto visual, porque mostraríamos à Europa que também sabemos apresentar-nos, também podemos ter uma imagem forte, elegante e europeia, e na interpretação, porque cantando na nossa língua, os restantes países podem não nos entender, mas entendem se a emoção passa para eles ou não, se sentem algo ao ouvir ou não...
Gostaria de ter a possibilidade de cantar em outra língua, que não a portuguesa?
Seria uma hipótese a pensar... Vamos ver...
Gostava de cantar com orquestra ao vivo?
Orquestra ao vivo acha que dá um brilho diferente... O FC e a Eurovisão fugiram desses moldes, portanto e seguindo as tendências não me importo nada de cantar sem orquestra.
Quais os ingredientes secretos para "fabricar" uma música eurovisiva?
Das duas, uma: ou uma canção comercial que fique no ouvido de todos e que possamos cantar; ou então uma canção de tal forma diferente de arranjo ou de melodia que traga às pessoas o fator surpresa que é determinante... Bem como uma boa voz e uma boa imagem e carisma.
O que tem para oferecer enquanto possível representante luso na Eurovisão?
A minha voz, a minha presença, a minha interpretação e o maior orgulho de representar Portugal...
Sabendo a semifinal em que Portugal está inserido, quais as suas expetativas referentes às nossas hipóteses de qualificação para a final?
Eu acho que nós podemos ter sorte... Ou seja, se for escolhida uma boa canção a partir do FC acredito que teremos sorte na seleção dos outros países... Acho que já não há aquelas garantias de certos países passarem à final, devido à mudança do sistema de votação... Se analisássemos a semifinal do ano passado também era difícil, mas bastava termos levado uma aposta coerente com o nosso país e de qualidade e teríamos passado com toda a certeza... Portanto acredito que à partida nada é impossível, pelo contrário...
Que géneros musicais acha que fazem mais sucesso atualmente?
Músicas étnicas, músicas dançáveis, um misto de qualidade /comercial...
Acredita numa vitória portuguesa no ESC, ou considera tal ideia como uma utopia?
Sinceramente, acredito ser possível... Não sei quando, mas acho que temos todas as capacidades de o ganhar... Agora, temos de repensar as nossas apostas, a maneira como "jogamos" este jogo que se chama Festival Eurovisão da Canção.
Quer deixar alguma mensagem aos eurofãs portugueses?
Quero agradecer a todos a força que me deram e que me têm dado... Foi por mim, pelo meu sonho, por tudo o que já lutei, que quis concorrer novamente, mas também foi por vocês, por acreditar ser capaz de representar bem o nosso país e de vos honrar com a minha participação, já que tal como vós, eu também quero ver a nossa bandeira no topo mais alto possível... Obrigado a todos pela força...

Fontes: Festivais da Canção; RTP | Imagens: Motor de pesquisa Google | Vídeos: YouTube

17/02/2012


4 comentários:

  1. Gostei muito da entrevista!
    O Rui mostrou a racionalidade que o caracteriza, muito bem.
    Concordo com ele num ponto, onde ele frisou que cantar em português não impede de a música ter êxito lá fora, se transmitir emoções fortes, vibrações do nosso país, um sentimento nobre, claramente marcará a diferença.

    Boa sorte Rui, estás na minha lista de favoritos, algo semelhante a "Em nome do amor" já ficaria muito satisfeito :)

    Falta muito para o Festival?! :)

    Continuação de bom trabalho ;)

    ResponderEliminar
  2. Olá, eu queria apenas corrigir um erro na vossa entrevista. O Rui nasceu a 1 de Janeiro de 1985 :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Uma entrevista bem escrita, sem erros de português. PARABENS! Erros aos pontapés estamos habituados a ler num blog que se faz passar por site oficial dos festivais. LOL

    ResponderEliminar
  4. Uma entrevista bem escrita, sem erros ortográficos e de sintase. PARABENS

    ResponderEliminar


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.