[ENTREVISTA] CONHEÇA MELHOR TÓ MARTINS!


    
    Tó Martins, finalista do FC 2012, começou a aprender a tocar guitarra aos 12 anos, tendo, três anos depois, começado a integrar bandas de originais e de covers. Em 1997, tornou-se numa face conhecida dos telespectadores, tendo sido finalista do programa “Chuva de Estrelas”, onde imitou Jorge Palma com o tema “Na Terra dos Sonhos”. Já em 2011 lançou o primeiro álbum da banda “Primeiro Instinto”, onde assume a função de vocalista.


   Apesar de todos estes feitos, o cantor tornou-se mais reconhecido, publicamente, devido à sua participação no programa “A Voz de Portugal”. Com o seu timbre original, dotado de uma rouquidão natural, Tó Martins conquistou um lugar na equipa de Mia Rose. Apesar de não ter superado a fase das “Batalhas”, o cantor impressionou com o seu talento e determinação. 


   Tó Martins tem como compositor do seu tema, o já conhecido nestas lides, Tozé Brito, figura célebre da história do Festival. Mais ainda, Tó Martins será o terceiro intérprete a ascender ao palco no dia 10 de março. Apesar do tema se manter incógnito, já foi divulgado o seu título, “Amanhã começa o meu futuro”. Segundo as informações divulgadas, a música terá as características indispensáveis para participar num festival como o da RTP, com “uma melodia simples, um refrão cantável à primeira audição e uma letra com a qual a maioria das pessoas se pode facilmente identificar”. O que isto significa, concretamente? Não sabemos, mas esperamos por uma agradável surpresa, com um tema à altura das potencialidades vocais do intérprete.


O que o levou a concorrer ao Festival da Canção 2012?
O prestígio do Festival. Historicamente é o palco dos intérpretes, compositores e produtores nacionais. É uma honra fazer parte dos 12 intérpretes escolhidos.
Como encara o nosso processo de seleção do FC? Concorda com a escolha, em separado, de cantores e compositores?
Concordo que se dê aos profissionais e aos amadores a oportunidade de apresentar o seu trabalho num palco como o Festival. Os finalistas escolhidos têm muito boas vozes e cada um deles é merecedor do lugar. Nesta edição pretendeu-se lançar desafios quer aos intérpretes quer aos compositores. Haverá duplas que, aparentemente, nada teriam em comum e que decerto vão surpreender. No meu caso até acho que tenho muito em comum com o compositor, tive bastante sorte.
Como idealiza a sua atuação no dia 10 de Março? Já tem algo em mente?
Tenho ideias que tenho trocado com o meu compositor, de maneira a que a música ganhe ainda mais com a atuação. Esta música diz-me muito, sinto-a quando a canto, por isso vai ser com muito prazer que a vou interpretar. Quero corresponder às expectativas que temos com a nossa música e ao trabalho que tenho desenvolvido com o Tózé Brito e com o Ramón Galarza. 
Se conseguisse chegar ao palco da eurovisão, em que aspetos apostaria mais?
Em levar quer visual quer musicalmente as cores e os sons do nosso País. Uma apresentação sentida!
Gostaria de ter a possibilidade de cantar em outra língua, que não a portuguesa?
Eu, também, gosto de cantar em inglês, mas acho que a língua Portuguesa é absolutamente fantástica e nestes moldes não faria sentido cantar noutra língua. Temos que nos orgulhar das nossas coisas e festejá-las.
Gostava de cantar com orquestra ao vivo?
Gostava. Apesar de quando normalmente canto utilizar as guitarras acústicas e os instrumentos habituais numa formação pop/rock a experiência caso isso acontecesse seria fantástica.
Quais os ingredientes secretos para "fabricar" uma música eurovisiva?
Uma música que entre facilmente no ouvido, com um refrão forte e com uma letra com a qual as pessoas se identifiquem. Que seja representativa do País.
O que tem para oferecer enquanto possivel representante luso na Eurovisão?
Toda a minha entrega à música. Dar a conhecer o que é nosso através de uma canção e fazê-lo com a honra que tal situação merece. Dar tudo de mim para representar bem o meu País.
Sabendo a semifinal em que Portugal está inserido, quais as suas expetativas referentes às nossas hipoteses de qualificação para a final?
São as melhores. Acredito na possibilidade de uma passagem à final. Todos os envolvidos estão a dar muito de si para que o Festival RTP da Canção 2012 seja um espetáculo memorável. Estou certo que a música que for escolhida será merecedora de um lugar na final.
Que géneros musicais acha que fazem mais sucesso atualmente?
Acho que não há um género musical que faça mais sucesso que os outros. As músicas são aquilo que o público faz delas, independentemente dos estilos. A música ou é má ou é boa. 
Acredita numa vitória portuguesa no ESC, ou considera tal ideia como uma utopia?
Sabemos que é muito difícil mas temos que ter consciência do nosso valor e das nossas capacidades e representar Portugal com um espírito vencedor.
Quer deixar alguma mensagem aos eurofãs portugueses?
Quero agradecer todo o vosso apoio e a vossa paixão para com o Festival RTP da Canção. Espero que a minha prestação seja consensual e que seja do agrado de muitos. No dia 10 de Março vamos todos juntos celebrar a boa música Portuguesa! Beijos e abraços! 
 
 Fontes: RTP, Festivais da Canção | Imagens: Cedidas por Tó Martins | Vídeo: YouTube
Reservam-se os direitos autorais a quem advido.

20/02/2012


Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.