Apreciações Musicais - ESC2015: São Marino




ANITA SIMONCINI & MICHELE PERNIOLA – “CHAIN OF LIGHTS”



André Sousa: Fraco, muito fraco. Chato. Enfadonho. Já chega?

Andreia Fonseca: Aborrecido, e por vezes muito estranho. Esta mistura do clássico com o contemporâneo não correu nada bem – parece bastante amadora.

Catarina Gouveia: O Ralph Siegel está velho e ultrapassado e as provas vão sendo cada vez mais visíveis, de ano para ano em que o senhor compõe para o festival. Coisa mais seca, constante, aborrecidinha!

Cláudia Peres de Matos: É um instrumental muito baralhado, que peca por não ter um ponto forte que o destaque e que faça com que nos lembremos dele.

Diogo Canudo: Mas que música é esta? Eu compreendo que Ralph Siegel possa ter sido muito importante na Eurovisão no passado, mas agora só tem apresentado músicas de fraca qualidade e que não têm contribuído para dar uma boa imagem do certame!

Elizabete Cruz: Se me trouxessem uma almofada, eu adormecia. Que coisa mais sem piada! Onde anda a originalidade?

Jessica Mendes: Parece que este ano é o ano das mixórdias. Não consigo perceber este instrumental que é dos mais estranhos que já vi no concurso.

Joana Martins: Não entendo bem o que se passa ali. Esperava muito mais.

Rita Pereira: A mistura entre cordas, piano e sons electrónicos são é apelativa... antes pelo contrário, soa estranha. Soa-nos a uma peça adequada a um filme de terror, honestamente.


André Sousa: Ora o que eu posso dizer disto? Pois bem… Pois não sei. Não sei o que exprimir. É melhor não dizer nada.

Andreia Fonseca: O tema parece demasiado “maduro” para os intérpretes. Não só pela idade deles, mas pela sua própria postura. Não é que cantem mal, mas a música é mesmo uma causa perdida. E existem momentos onde a afinação parece não estar no ponto.

Catarina Gouveia: Já não estava a tolerar a voz leitosa da Valentina tanto ano seguido! Contudo, vieram estas crianças de ano e mês a achar que isto é o coro da escola. Vozes medíocres.

Cláudia Peres de Matos: A voz da intérprete parece a de uma criança de cinco anos. Não combina com a de Michele.

Diogo Canudo: Vozes completamente normais, e a música também não exige nada demais deles. É uma pena para dois artistas que até têm vozes engraçadas, mas aqui não são de todo valorizadas.

Elizabete Cruz: Temos vários adolescentes nesta edição, mas estes são com certeza os que têm pior qualidade vocal. A voz de Michele é fraca, Anita até em estúdio manda caneladas na afinação.

Jessica Mendes: As vozes dos dois parecem-me competentes mas nada do outro mundo.

Joana Martins: Gosto da voz dele. Não tenho tantas certezas em relação a ela.

Rita Pereira: Os dois ex-JESC sanmarineses têm muito boas vozes que não são aproveitadas pela canção.


André Sousa: Pois, aposto por tudo que vão dançar e apenas isso… dançar.

Andreia Fonseca: Nem sei o que esperar daqui… Mas pelo menos deram-se ao trabalho de fazer um videoclip.

Catarina Gouveia: Vão dar as mãos e soltar a pombinha da paz, se calhar. 

Cláudia Peres de Matos: Imagino os dois a cantarem um virado para o outro, nada de especial. Não me parece que irão surpreender.

Diogo Canudo: Vejo muitas velinhas em palco e eles a olharem um para o outro, e depois no final na música com os braços abertos a apontarem para o céu. Se assim o for, me-do.

Elizabete Cruz: Por favor, não ponham velas no palco nem nada parecido. Para além de não ter piada, a cera deixa o palco escorregadio.

Jessica Mendes: Nunca espero nada vindo deste país e desconfio que me surpreendam.

Joana Martins: Não espero muita coisa mas podem-me surpreender.

Rita Pereira: Terá de existir muito carisma da parte dos artistas e alguma expressividade.


André Sousa: Nem sequer consigo ter atenção à letra no meu desta coisa pavorosa. Volta Monetta, estás perdoada.

Andreia Fonseca: O inglês dos intérpretes não é propriamente muito bom. A letra é banal.

Catarina Gouveia: Mais uma porcariazinha a falar da paz no mundo. Tenham dó da minha paciência.

Cláudia Peres de Matos: Outra letra que me parece inspirada no tema do ESC deste ano, uma vez que fala em “construir uma ponte de luz”. Também me soa a um poema muito infantil.

Diogo Canudo: A letra não é má, apresenta um bom poema e tenta contornar e metaforizar os versos. No entanto, roda tudo ao mesmo: 'vamos tornar o mundo melhor!!!'.

Elizabete Cruz: Haja luz para iluminar o mundo e eliminar todos os demónios! A sério, até a letra da música consegue ser hipotensa.

Jessica Mendes: Sim, vocês vão mudar o mundo. Vocês e as mil pessoas que cantaram isto na eurovisão.

Joana Martins: Muito mau. Até tenho pena deles.

Rita Pereira: Uma letra sobre paz e união tem um instrumental que nos soa a tudo menos paz... totalmente incongruente.


André Sousa: Era bom que nem à semifinal fossem.

Andreia Fonseca: Da semifinal não passam.

Catarina Gouveia: Vai disputar o último lugar da semifinal.

Cláudia Peres de Matos: De volta às semifinais.

Diogo Canudo: Último lugar!

Elizabete Cruz: Espero que fique em último na semifinal.

Jessica Mendes: Últimos lugares da semifinal.

Joana Martins: Não vão ter a sorte (e pena) que tiveram com a Valentina e vão lutar pelo último lugar na semifinal.

Rita Pereira: Um lugar nos últimos postos da semifinal. Não há qualquer hipótese de passagem à Final.


André Sousa: 0 pontos

Andreia Fonseca: 3 pontos

Catarina Gouveia: 1 ponto

Cláudia Peres de Matos: 2 pontos

Diogo Canudo: 0 pontos

Elizabete Cruz: 2 pontos

Jessica Mendes: 1 ponto

Joana Martins: 2 pontos

Rita Pereira: 2 pontos

Total: 13 pontos

André Sousa: Calem estes dois POR FAVOR!!!

Andreia Fonseca: Valentina volta, estás perdoada. 

Catarina Gouveia: Valentina… Quem foi três vezes, ia quatro!

Cláudia Peres de Matos: Valentina, porque é que nos abandonaste?

Diogo Canudo: Como Michel diz logo quando a música começa: "NO!"

Elizabete Cruz: É curioso que a primeira desta música seja “no”.

Jessica Mendes: Volta Valentina!

Joana Martins: Quem é que disse que pôr alguém de 70 anos a compor para miúdos de 16 ia dar bom resultado?

Rita Pereira: Tenho medo quando ouço a canção. Acho que isso diz tudo...


 Estónia - 79 pontos;  Albânia - 73 pontos;  Bielorrússia - 70 pontos;  Geórgia - 61 pontos; 5º Rússia - 58 pontos;  Irlanda - 55 pontos;  Roménia - 54 pontos;  Lituânia - 54 pontos;  Grécia - 50 pontos; 10º Macedónia - 48 pontos; 11º Sérvia - 47 pontos; 12º Bélgica - 46 pontos; 13º Holanda - 43 pontos; 14º Dinamarca - 35 pontos; 15º Arménia - 35 pontos; 16º Moldávia - 23 pontos; 17º Hungria - 22 pontos; 18º São Marino - 13 pontos; 19º Finlândia - 5 pontos.


Vídeo: Eurovision.tv
12/04/2015

1 comentário:

  1. Eu adoro essa música!
    Irá surpreender e San Marino irá passar novamente. No ano passado dizia-se o mesmo da Valentina e vejam o que aconteceu... Nem precisou do júri, foi o público a colocá-la na final. E nós? Fomos ultrapassados por eles. San Marino na final!!!

    ResponderEliminar


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.