[EXCLUSIVO] Hera Björk: 'Je ne sais quoi tem uma vida própria e eu sou tratada como uma vencedora'


Em entrevista ao Crónicas de Eurofestivais, Hera Björk reiterou que voltará ao Festival Eurovisão da Canção sempre que for convidada, tal como a Setúbal onde se apaixonou pela famosa "caquinha de sapateira". Leia a entrevista na íntegra:

Está a gostar de estar em Portugal e particularmente em Setúbal? 


Sim, claro! Portugal é um país lindo e as pessoas são surpreendentemente calorosas e recebem-nos muito bem. Eu adoro a cidade. Adoro cidades mais pequenas e a vista é simplesmente fantástica. Como disse antes, adoro a caquinha de sapateira (risos).


E como foram as suas experiências no Festival Eurovisão da Canção? 


É o meu trabalho. E eu adoro-o! E é um trabalho ao qual eu não consigo dizer que não porque é sempre tão divertido... conhecemos pessoas tão simpáticas, reecontramos caras familiares e conhecemos novos artistas, fazemos novos contactos... é simplesmente maravilhoso.


E gosta tanto de atuar como vocalista ou como coralista? 


Sim! Eu gosto mesmo é de atuar. Estar como coralista é também algo que eu adoro porque eu não preciso sempre de estar à frente: é fantástico poder apoiar – especialmente novos artistas, eu adoro isso. É uma sensação maravilhosa ver alguém brilhar e vê-los a fazer o que são bons e atuar simplesmente. Estás no melhor lugar da casa como coralista e como público. Por isso é que este é um trabalho fantástico.


E ficou desapontada com o seu resultado? 


Não. Claro que nós pensávamos que iríamos ficar num lugar melhor – mas isso também foi devido ao favoritismo em que estávamos a ser colocados. Todas as sondagens diziam que iríamos ficar no top 10 mas quer dizer, no meu caso eu não me posso queixar porque “Je ne sais quoi” tem uma vida própria e eu sou tratada como uma vencedora. Por isso, para mim isso foi o mais importante. Na realidade isso não me importa. Há sempre um vencedor mas todos os anos há outros vencedores que são os que os fãs escolhem e eu fui uma rapariga sortuda por ter sido escolhida.


E se a convidassem novamente para participar no Festival Eurovisão da Canção? Aceitava?

Sim, claro. É uma plataforma que eu adoro. É uma ótima oportunidade para um artista novo, compositores, letristas, artistas e produtores, toda a gente porque tens sempre os teus três minutos de fama frente a milhões e milhões de pessoas e como artista não temos isso assim tão facilmente. E eu adoro isso e está fantasticamente organizado. Quero dizer, a organização que recebe os artistas é extremamente boa.


E tem alguns projetos futuros? 


Neste momento, estão todas a ser criadas, não tenho nada em específico. Mas eu depois dar-vos-ei conta de tudo!

13/09/2015

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.