Israel: diplomata considera fundamental para a comunidade LGBT vitória de Dana Internacional



Elad Strohmayer, deputado israelita na região do Médio Atlântico, lançou um livro em que defende a vitória de Dana International em 1998 como um marco “crucial” na mudança de mentalidades em Israel.

Na apresentação do seu livro Confissões de um diplomata israelita homossexual, o diplomata refere que o Festival Eurovisão da Canção está na génese da sua coragem para conseguir seguir o seu sonho.

Elad considera que o momento em que Dana subiu ao palco inglês foi  não só uma fonte de orgulho nacional mas também uma mensagem relacionada com a aceitação das escolhas de vida e orientação sexual dos indivíduos.

Israel estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1973 e já ganhou três vezes: em 1978, com Izhar Cohen & the Alphabeta e a canção "A-Ba-Ni-Bi", em 1979, com Gali Atari & Milk and Honey e a canção “Hallellujah”, e em 1998, com Dana International e a canção “Diva”. Em 2015 o país foi representado por Nadav Guedj e a canção "Golden boy", alcançando o 9º lugar na final com um total de 97 pontos.

Fonte: jewishchronicle.org/ Imagem: eurovisioon.ee
01/09/2015

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.