Billboard tem a receita para vencer a Eurovisão


Já ouviu falar na Billboard? Claro que já. Então saiba que há um artigo no site da revista norte-americana totalmente dedicado à Eurovisão e, neste caso, à canção vencedora deste ano.

The Music Bible, como é conhecida a revista, explora os "bastidores" da criação de uma performance vencedora. Robert Skowronski, um dos responsáveis da Warner Music Sweden, revela que começou a procurar o vencedor eurovisivo de 2015 em junho de 2014. "Costumo percorrer os estúdios em Estocolmo e por toda a Suécia, tenho reuniões com os produtores, oiço canções e vejo se têm qualquer coisa. Algumas semanas depois enviam-me as demos. Demora bastante tempo para encontrar a canção certa", afirma.

Skowronski recebeu "Heroes" em setembro do ano passado e confessa da primeira vez que ouviu achou que era "uma boa música, mas não a melhor coisa que já ouvi". Depois de ouvir mais algumas vezes decidiu enviá-la para o Melodifestivalen, mas não sabia que artista escolher. Skowronski diz ainda que duvidava que Måns Zelmerlöw fosse a pessoa certa devido "aos seus trabalhos anteriores", mas depressa o vencedor eurovisivo provou que Skowronski estava errado.

É ainda revelado neste artigo que havia duas canções cantadas por Måns entre as centenas enviadas para o Melodifestivalen. Christer Björkman gostava das duas o que fez com que fosse o cantor a escolher. No artigo fala-se ainda da  vitória eurovisiva que Skowronski acreditava que iria para a Itália e ainda na luta com a Rússia pela vitória.

Recorde a vitória eurovisiva deste ano:


05/10/2015
Fonte: Billboard/Imagem: AP Photo/Ronald Zak/VídeoEurovision.tv

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.