Um Feliz Natal com o CE - Estónia


Começamos esta nossa viagem natalícia pela Estónia, país que venceu a Eurovisão em 2001. Na língua estónia, a palavra para designar o Natal é Jōulud. Na Estónia o dia nascimento de Cristo é assinalado por essa palavra, anterior à introdução do Cristianismo. O Jōulud já era festejado na Estónia antes da chegada do Cristianismo, e para os estónios antigos era uma festa que se prolongava por 17 dias e servia para festejar o solstício de Inverno.

Durante o Jōulud cometiam-se excessos no que respeita à alimentação e eram proibidos certos tipos de trabalhos, pois era considerado um tempo de descanso no meio do longo Inverno sombrio. O Jōulud foi sempre uma festa dedicada à família e era considerado um tempo de recolhimento. É tradição, tal como noutros países que terão a oportunidade de ver noutros dias, levar-se palha para casa. No entanto, esta tradição é também pré-Cristianismo. Em épocas remotas, nenhum estranho entrava em casa durante o primeiro dia das festividades. Pior ainda, se fosse uma mulher, considerava-se o facto um mau presságio. A mesma crença era válida para a véspera de Ano Novo. 


Tallinn alberga a maior árvore de Natal da Estónia e um manto branco que a torna num dos mais apetecíveis destinos de Natal. A árvore de Natal é relativamente recente e começou ser usada pelos alemães que vivam no país até "virar moda". A neve é moldada ao ponto de se criarem autênticas esculturas e a patinagem no gelo é hábito corriqueiro.


Todos os anos o Presidente da Estónia apela à paz através de uma mensagem no dia 24 de janeiro. É uma tradição com mais de 350 anos. A noite de Natal é a mais celebrada na Estónia apesar de a quadra se celebrar durante todo o advento através de velas e calendários.

A oferta do Mercado de Tallinn passa pelas peças artesanais (canecas de cerveja de madeira, pelos chapéus e castiçais de pedra) e pela oferta gastronómica que inclui os obrigatórios pudins e pães de gengibre. As crianças, claro, não são esquecidas – para além dos jogos criados para o efeito, os mais pequenos vão poder entrar na casa do Pai Natal. Aqui poderão comer doces, escrever uma carta com os pedidos de Natal e, enfim, serem felizes. Tal como no nosso país, o Pai Natal traz os presentes na véspera de Natal.


É normal vermos coroas natalícias na Estónia. A diferença entre as nossas e as deles é o facto de eles fazerem as suas próprias coroas. É uma tradição antiga e que caiu em desuso com a passagem para o século XX ma foi recuperada nos anos 70.

Ter muita comida na véspera e dia de Natal simboliza ter comida durante todo o ano que se segue. Os Estónios comem porco com chucrute no Natal e têm um pão especial para o dia ao qual também os animais de casa ou da quinta têm direito.


Pão de Natal
Carreguem agora no play para ouvir algumas canções natalícias dos cantores eurovisivos da Estónia:

Começamos com Getter Jaani que  interpreta um canção na língua materna do país:


Seguimos com Birgit Õigemeel, uma das representantes mais recentes do pais, e ainda em estónio:


Para terminar, trazemos-lhe algo um pouco mais inesperado. Ott Lepland a dar uns toques no rock quando ainda nem tinha pisado o palco eurovisivo:


Häid jõule!!

Fontes: estonia.eu, destinoestonia, contadoashoras/Imagens: estonia.eu, homecookingadventure, balticreports /Vídeos: Enjoy Entertainment, Moonwalkstudio, ottleplandfans
10/12/2015

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.