Espanha: TVE pressiona para os artistas nacionalizarem as canções



Apesar de já terem sido anunciados os seis finalistas da final nacional espanhola, a emissora oficial, Télevision Espanola (TVE), pretende dar um toque de música tradicional a cada proposta.

Dos seis concorrentes, três deles admitiram que iriam cantar em inglês as suas canções, como Barei e Nana Eléctrica. Porém, o jornal abc.es confirmou que a emissora está a forçar os mesmos cantores a incluirem a língua castelhana na música - caso não o façam, ficam de fora.

"Eu apresentei a música apenas em inglês, e eles adoraram. É verdade que depois disseram-me que gostariam que houvesse algo em espanhol. Mas eu não o tomei como uma imposição - mistura de línguas é complicado porque pode transformar a canção de forma estranha ou feia", disse Nana Elétrica. Para Barei, não se põe em questão cantar em castelhano: "Sim, tu tens que incluir um pouco de espanhol. Não tenho nada contra a nossa língua, é claro, mas o meu projeto é em inglês."

A concurso estão Maverick, Xuso Jones, Maria Isabel, Electric-Nana, Barei e Salva Beltran. A final nacional espanhola ainda não tem data definida, mas será transmitida na TVE1.

A Espanha estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1961 e já ganhou duas vezes: em 1968, com Massiel e a canção "La, la, la”, e em 1969, com Salomé e a canção "Vivo cantando". Em 2015 o país foi representado por Edurne e a canção “Amanecer”, alcançando o 21º lugar na final com um total de 15 pontos. 

Fonte/Imagem: abc.es
15/01/2016

1 comentário:

  1. Alias o que devia ter acontecido era RTE só ter permitido que as canções fossem cantadas em castelhano e ponto final. Acho bem. Até acho estranho como é que um pais tão nacionalista com a sua língua, deixe que musicas em cantadas parcialmente em inglês o representassem no passado.

    ResponderEliminar


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.