Suécia: Anna Book convidada a participar como interval act


Após o escâdalo que desclassificou Anna Book do Melodifestivalen, a emissora sueca Sveriges Television (SVT) convidou a mesma para interpretar “Himmel för två” durante o intervalo da primeira semifinal. 

A cantora aceitou o convite e mostrará no sábado o que preparou para o público, mas não como possível representante do país no Festival Eurovisão da Canção 2016 (ESC). Além disso, o famoso compositor Fredrik Kempe ofereceu-se para trabalhar com Anna e compor uma canção para o evento de 2017.

Assim que saíram os snippets da seleção nacional Melodifestivalen, ocorreu uma grande polémica em volta da canção “Himmel för två” que em muito se assemelhava a  “Taking care of a broken heart“, de Felicia Dunaf, que nem chegou a ser selecionada para a fase  final nacional da Moldávia em 2014.  Por esse motivo, a organização desclassificou Anna da seletiva sueca.

A Suécia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1958 e já ganhou por seis vezes: em 1974, com ABBA e a canção "Waterloo", em 1984, com Herreys e a canção "Diggi-Loo Diggi-Ley”, em 1991, com Carola e a canção "Fångad av en stormvind", em 1999, com Charlotte Nilsson e a canção "Take Me To Your Heaven", em 2012, com Loreen e a canção "Euphoria" e no ano de 2015, em que foi representada por Mans Zelmerlöw e a canção “Heroes”, com um total de 365 pontos.

Pode ver aqui a atuação de 'Heroes':

             

Fonte/Imagem: JanelaESC.com/Vídeo: Eurovision Song Contest
05/02/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.