Turquia: após mudança do modelo de votação, TRT prefere continuar de fora


Mesmo depois de a União Europeia da Radiodifusão (UER) ter anunciado um novo sistema de votação, o diretor da emissora turca Turkish Radio and Television Corporation (TRT) reafirmou que o país não voltará ao concurso.

"Não, não voltaremos ao Festival Eurovisão da Canção", foi desta forma que o diretor mostrou a sua indiferença sobre as alterações do sistema de votação, realçando: "Não tenho qualquer opinião. Apenas repito que a EBU não quis fazer o que lhe pedimos".

Relembramos que a Turquia não participa na Eurovisão desde 2013. A justificação dada, para a desistência, é o descontentamento com a forma como os votos são apurados - no entanto, muitos afirmam que a verdadeira razão pode ser o conteúdo "homossexual" do evento. Tanto em 2013 como em 2014 a TRT não transmitiu o ESC pela primeira vez desde 1973 devido ao beijo lésbico de Krista Siegfrieds e à participação de Conchita Wurst, isto porque a religião predominante no país, o islamismo, é contra a homossexualidade.

A Turquia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1975 e já ganhou uma vez: em 2003, com Sertab Erener e a canção “Everyway That I Can”. Em 2012, na sua última participação, o país foi representado por Can Bonomo e a canção “Love Me Back”, alcançando o 7.º lugar na final com um total de 112 pontos.

Oiça e veja a última representação turca na Eurovisão:


Fonte: escportugal.pt/Vídeo: Eurovision Song Contest
20/02/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.