Apreciações Musicais - ESC 2016: Croácia


NINA KRALJIC - "LIGHTHOUSE"



André Sousa: A título pessoal, não considero a melodia interessante. É algo que se ouve mas que não fica no ouvido, que não convida a ouvir de novo, que não acrescenta algo a um fasquia que se quer eleva. 

Carolina Pinto: Não é feio, mas não é extraordinário. Não acrescenta emoção à Eurovisão. É um tema que não se destaca em nada. Não tem nada de atual, nada de inovador, nada que possa tornar o concurso mais interessante. É muito simples, não tem ritmos enérgicos, que possam fazer vibrar os eurofãs. 

Catarina Gouveia: Que excelente regresso da Croácia! Esta canção é lindíssima, está muito bem feita e a intérprete adequa-se a ela na perfeição. Um dos melhores temas do ano, sem dúvida.

Cláudia Peres de Matos: É uma balada que à primeira vista não parece má. A harmonia do instrumental poderá ser intensificada com a performance. 

Diogo Canudo: Não sei porquê o início da música faz-me lembrar um pouco da “Only Teardrops”. O instrumental é suave, fresco e faz querer ouvir mais. O refrão não desilude!

Elizabete Cruz: Este é daqueles instrumentais que dão realmente gosto ouvir. Tão bom quando os compositores arriscam e deixam de lado o pop foleiro para criar algo realmente interessante.

Jessica Mendes: É uma canção interessante com um refrão muito bom e com alguns elementos que nos remetem para o país. Vê-se que foi feita a pensar na Eurovisão.

Joana Martins: Uma agradável surpresa. Gosto muito. Tem ali elementos muito bons. 

Maria Silva: Adoro este instrumental! Faz-me lembrar um pouco a Disney, a sua infantilidade vai agradar ao público eurovisivo.

Pedro Emídio:  Consegue conjugar elementos mais tradicionais e étnicos com uma sonoridade atual. É uma boa aposta. 

Ricardo Mendes: A Croácia apresenta-nos um instrumental com sonoridades já muito vistas em Eurovisão. Nada de novo! 


André Sousa: Quanto à voz, a intérprete apresenta-nos uma voz mediana, que não se demarca, que não aproveita o tema e que não se apodera de toda a composição. Sinceramente, espero que aposte muito na interpretação, senão corre o risco que acabar no esquecimento e na semifinal, também.

Carolina Pinto: Não desafina, mas não transmite qualquer tipo de emoção. Sinceramente, parece que a artista está a fazer sacrifício ao cantar a música.  

Catarina Gouveia: A voz de Nina é simplesmente maravilhosa, que certamente não irá desiludir. Do que vi do The Voice em que participou estou simplesmente rendida. É uma voz muito parecida com a da vocalista dos Cranberries.

Cláudia Peres de Matos: Nina tem uma voz bastante aguda, mas muito linear. Vamos ver como se sairá ao vivo. 

Diogo Canudo: Mas que voz cristalina, Nina! Estou curioso para ver como a cantora faz os agudos em palco. Se tudo correr bem, vai ser um momento mágico.

Elizabete Cruz: Esta longe de ser uma grande voz, mas a verdade é que se encaixa perfeitamente na música. Com certeza Nina não irá destacar-se neste âmbito, mas a verdade é que ela não precisa mais do que isto. 

Jessica Mendes: Uma voz diferente e muito bonita que se adequa muito bem à canção. 

Joana Martins: Esta mulher tem a enorme qualidade que ao vivo é ainda melhor do que em estúdio. 

Maria Silva: Uma voz diferente! Vai fazer furor no festival ao marcar pela diferenciar-se dos restantes artitas.

Pedro Emídio: A intérprete não está entre as melhores vozes do ESC 2016, mas, certamente, que conseguirá ter uma apresentação bastante competente. 

Ricardo Mendes: A voz encaixa muito bem na melodia! Voz muito harmoniosa e que se encaixa perfeitamente na melodia! 


André Sousa: Apesar de não se conhecer uma atuação ao vivo, espero, para bem da Croácia, que aposte nisso. 

Carolina Pinto: Esperemos que a Croácia aposte nisto.

Catarina Gouveia: É algo que ainda não consigo prever mas que espero que faça jus ao tema. A Croácia habitualmente apresenta-nos performances simples mas que se adaptam às canções, e espero que assim seja.

Cláudia Peres de Matos: Um barco, panos brancos esvoaçantes, máquina de vento, luzes e cenário de faróis… Estou a imaginar, mas não sei o que vai sair daqui. 

Diogo Canudo: Espero que a Nina arrisque em palco, porque isto tem tudo para surpreender. O foco para a Eurovisão é saber como levar isto para o palco eurovisivo da melhor maneira.

Elizabete Cruz: É para mim uma incógnita o que irá acontecer em palco, mas espero algo a roçar o místico.

Jessica Mendes: Sendo a Croácia, para obter um bom resultado, é preciso esforçarem-se muito neste aspeto até porque a canção merece!

Joana Martins: Espero algo trabalhado, afinal não escolheram a Nina para nada. 

Maria Silva: A Croácia tem de arriscar neste aspecto.

Pedro Emídio: Deverá apostar em projeções adequadas e num jogo de luzes que valorize a sua apresentação. 

Ricardo Mendes: Efeitos cénicos com leds e luzes! Não precisa algo muito elaborado para efeitos cénicos na apresentação do tema em palco


André Sousa: Simples, que pessoalmente não me diz assim tanto. 

Carolina Pinto: É o ponto que mais se destaca. Não é nada repetitiva, e é muito inspiradora. É o único ponto positivo neste tema. 

Catarina Gouveia: Apesar de ser simples é uma das letras mais bonitas do ano. Não é óbvia nem igual a tantas outras. E o sotaque de Nina só a favorece.

Cláudia Peres de Matos: Gosto da temática do encorajamento. São utilizadas bonitas metáforas. 

Diogo Canudo: Uma letra de esperança, muito bem construída e sofisticada. Não é a melhor do ano, mas parabéns aos letristas da mesma!

Elizabete Cruz: É uma letra bem constituída, com uma mensagem de esperança, que possui uma forma inteligente de utilização de vários elementos da natureza. Com certeza não foi escrita em cima do joelho. 

Jessica Mendes: Gostava de ouvir a canção em croata e acho que causaria mais impacto. Com tantas palavras ligadas ao mar, isto parece mais uma proposta portuguesa que croata. 

Joana Martins: Também bastante interessante. Adapta-se muito bem à música. 

Maria Silva: Uma letra super forte! Cheia de sentimento que se destacará no palco eurovisivo.

Pedro Emídio: É funcional. Adequa-se aos restantes elementos que compõem a apresentação e não é, de todo, uma das letras mais fracas desta edição do certame. 

Ricardo Mendes: Pouco posso dizer da letra, letra que se adequa ao tema.


André Sousa: Acredito que se fique pela semifinal.

Carolina Pinto: Não passará da semifinal. 

Catarina Gouveia: Desde 2009 que a Croácia não está na final. Espero que este seja o ano em que isso mude!

Cláudia Peres de Matos: É difícil prever a tendência da Croácia. A canção tem algum potencial, mas não asseguro que esteja na final. 

Diogo Canudo: Isto tem de passar à final.

Elizabete Cruz: Espero que um dos lugares do top 10 seja da Croácia.

Jessica Mendes: Top 10 na final.

Joana Martins: Prevejo final para isto. Com uma excelente atuação em palco possivelmente pode chegar a um top 10. 

Maria Silva: Vai obter um grande lugar!

Pedro Emídio: Tudo depende da forma como se apresentar na semifinal. Não é uma apresentação que, à partida, tenha a final garantida. 

Ricardo Mendes: Passará à final com os votos dos vizinhos


André Sousa: 2 pontos

Carolina Pinto: 5 pontos

Catarina Gouveia: 12 pontos

Cláudia Peres de Matos: 5 pontos

Diogo Canudo: 5 pontos

Elizabete Cruz: 8 pontos

Jessica Mendes: 7 pontos

Joana Martins: 8 pontos

Maria Silva: 8 pontos

Pedro Emídio: 5 pontos

Ricardo Mendes: 5 pontos

Total: 70 pontos


André Sousa: Que coisa tão insonsa. Bem que pode servir de banda sonora a um adormecer tranquilo.

Carolina Pinto: Aborrecida.

Catarina Gouveia: A melhor proposta croata de sempre.

Cláudia Peres de Matos: Fez-se luz na Croácia?

Diogo Canudo: Das propostas com mais bom gosto este ano.

Elizabete Cruz: Aqueles regressos que valem a pena!

Jessica Mendes: Toda esta alusão ao mar na letra faz-me achar que foi um letrista do FC que a escreveu.

Joana Martins: E é assim que se volta à Eurovisão. Muito bem, Croácia. 

Maria Silva: Este música podia ser reproduzida nas aulas de yoga! 

Pedro Emídio: O instrumental é bastante bom mas, no geral, o tema é demasiado parado. 

Ricardo Mendes: A Croacia dá "à luz” Eurovisão ! 


 Arménia - 78 pontos; Croácia - 70 pontos.

Vídeo: Eurovision Song Contest
18/03/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.