Apreciações Musicais - ESC 2016: Rússia


SERGEY LAZAREV - "YOU ARE THE ONLY ONE"




André Sousa: O instrumental inovador desta edição. O contraste de tempos e a complexidade dos acordes cria uma sinergia bastante positiva. Além disso, toda a intensidade dada às batidas que marcam o compasso favorecem o total da composição.

Carolina Pinto: Brutal. Leva-nos a outra dimensão. Há uma mistura incrível de ritmos, pop, techno, violinos à mistura. Esta mescla torna o instrumental simplesmente incrível. É demasiado entusiasmante, estrondosa. 

Catarina Gouveia: Pode não ser nada de novo mas é algo do qual a Eurovisão já estava a precisar de volta. Um pop puro contagiante, com uma keychange óbvia. É um tema bem eurotrash muito bem pensado e bem conseguido.

Cláudia Peres de Matos: Anda tudo louco com isto. Ainda não cheguei a esse ponto porque ainda pouco explorei esta canção, mas para já agrada-me bastante. 

Diogo Canudo: Admito que já tinha saudades de músicas assim na Eurovisão. Faz-me lembrar músicas de 2008-2009, mas com um toque moderno. Apesar de “You Are The Only one” ser uma música datada, tem um instrumental super viciante e que merece ser apresentada à Europa.

Elizabete Cruz: A primeira vez que ouvi isto achei uma parolada e nem achei que fosse grande coisa. Cometi o erro de ouvir segunda vez e isto acabou por ficar em replay. Ainda bem que de vez em quando ainda aparece um trash em condições para eu ir ouvindo cinquenta vezes seguidas sem enjoar. 

Jessica Mendes: Se há coisa que a Rússia sabe fazer é eurotrash de qualidade! É o caso. É a típica música eurovisiva, mas numa versão muito acima do que seria expectável. Não fazendo propriamente o meu género, tenho de dar o braço a torcer e admitir que está muito bem produzida!

Joana Martins: Uma excelente música pop. Bem construída. 

Maria Silva: Muito semelhante ao que conduziu a Suécia à vitória em 2015, apesar de ser uma das favoritas à vitória, para mim não é um tema extraordinário.

Pedro Emídio: Está bem construído, é bastante apelativo. Adequa-se ao ambiente eurovisivo e, certamente, que conseguirá entusiasmar o público com o ritmo que imprime.

Ricardo Mendes: Este ano a Rússia apresenta-nos um instrumental muito eurovisivo, muito americanizado, excelente produção!


André Sousa: Quanto ao intérprete, nada a apontar. A voz completa-se no instrumental e destaca-se nas notas mais altas e mais fortes. É no refrão que o Sergey marca a sua presença e demarca bem a sua posição.

Carolina Pinto: Sergey tem uma voz estupenda, potente. A sua voz encaixa-se perfeitamente no tema, tornando-o ainda mais entusiástico.

Catarina Gouveia: Já tenho vindo a conhecer o trabalho do Sergey há alguns anos, sendo que não tenho quaisquer dúvidas de que irá fazer um excelente trabalho a nível vocal e coreografia. É muito competente.

Cláudia Peres de Matos: Haverá muita movimentação em palco e isso poderá prejudicar a performance vocal, mas será abafada com coros, de certeza absoluta.

Diogo Canudo: Voz bastante competente e que não deve ter qualquer problema ao vivo. Quanto a esta categoria, nada a apontar!

Elizabete Cruz: Sergey já não é um menino nestas andanças e vocalmente não tem falhas que se lhe apontem. Para além disso, não sendo um dos timbres mais interessantes, é um timbre bem limpo e agradável de se ouvir.

Jessica Mendes: Não é a melhor, mas também não é isso que vai tirar a vitória à Rússia, sobretudo porque este é um dos cantores mais famosos do país.

Joana Martins: O Sergey é óptimo ao vivo. Não irá desiludir. 

Maria Silva: Boa voz, uma das melhores do festival deste ano.

Pedro Emídio: Não tem uma grande voz, demonstra várias fragilidades. Até atuar em Estocolmo tem que trabalhar para conseguir impressionar o público. 

Ricardo Mendes: A voz do Sergey está perfeita e enquadra-se ao tema apresentado! Sem falhas.


André Sousa: Apesar de ainda não ter visto uma actuação ao vivo, espero contudo que a mesma seja forte e demarcada. Só têm a ganhar com isso.

Carolina Pinto: Sergey tem tudo mas mesmo tudo para arrasar em palco. Esperemos algo de outro mundo.

Catarina Gouveia: Acredito que irão pegar por uma atuação baseada no 3D mapping que vemos no vídeo, o que, sinceramente, vai acabar por cansar, pois tem sido bastante utilizada nos últimos anos. Espero estar enganada e que haja qualquer tipo de surpresa.

Cláudia Peres de Matos: Não espero menos do que algo espetacular! Só pelo vídeo oficial conseguimos perceber a capacidade que esta canção tem de aproveitar uma apresentação soberba. 

Diogo Canudo: Sergey é um monstro de palco, sabe como se movimentar, tem atitude, sabe como cativar as câmaras e as massas, sabe perfeitamente como e de que maneira se deve mexer para impressionar.

Elizabete Cruz: Aqui será provavelmente onde a Rússia vai dar tudo. A música permite dar um espectáculo enorme e será muita burrice se isso não for aproveitado. Mas nem sei para que questiono isso... é a Rússia, eles não vão brincar. 

Jessica Mendes: Acredito que a Rússia nos apresente algo absolutamente estrondoso! A música tem muito potencial para uma daquelas apresentações que vamos lembrar durante muitos anos.

Joana Martins: Se o Sergey já é fantástico a isto junta-se a qualidade das atuações russas. Vai dar espetáculo. 

Maria Silva: Agora anda tudo numa de copiar ‘Heroes’? O uso bastante semelhante ao que foi feito em ‘Heroes’ poderá fazer com que este não seja bem recebido. Vamos esperar para ver…

Pedro Emídio: É um dos pontos fortes desta apresentação. O intérprete demonstra-se confortável com o tema e consegue cativar o público, ao longo da sua performance. 

Ricardo Mendes: Se a Rússia quer fazer-se valer desta canção para obter muitos pontos, terá que estudar muito bem que efeitos cénicos poderão ser utilizados neste tema!  Uma apresentação quase idêntica à do videoclip oficial e tem a a vitória garantida.


André Sousa: Um hino ao amor, uma confissão, um segredo que todos podem ouvir. 

Carolina Pinto: Muito romântica, não é original, mas sendo do tema que é, até podia ser a letra mais reles que já se tornaria perfeita. 

Catarina Gouveia: Apesar de ser uma das minhas favoritas, tenho de admitir que a letra é fraquinha. Contudo, ganha por não ser mais uma música russa a falar (muito ironicamente) da paz no mundo.

Cláudia Peres de Matos: A temática é sempre a mesma, e o refrão é a coisa mais cliché de sempre. Mas a forma como isto soa, dá outra visualização à letra. 

Diogo Canudo: Uma letra competente para a música que é, para um europop super característico do concurso. Peca um pouco pela falta de originalidade, mas não é de todo uma má letra.

Elizabete Cruz: Longe de mim esperar uma grande letra para esta música. A ingenuidade para os meus lados ainda não é assim tão grande. Assim sendo, é aquele clichezinho do qual as pessoas gostam na mesma, porque não querem saber disso.

Jessica Mendes: É o ponto mais fraco da canção (para variar). A mensagem é sempre a mesma: és a única, és o ar que eu respiro e blá blá blá. Parece quase um remake da letra de “My Number One”.

Joana Martins: Nada de especial mas a “Thunder and lightning is getting exciting” fica na cabeça. 

Maria Silva: Bastante inovadora, atual.

Pedro Emídio: Não vai ficar para a história, é até um pouco banal. No entanto, é capaz de resultar em conjunto com os restantes elementos da canção. 

Ricardo Mendes: A letra que passa uma mensagem de amor! Uma declaração de amor à pessoa que amamos! 


André Sousa: Um possível candidato à vitória, sem qualquer dúvida.

Carolina Pinto: Definitivamente no top 3 da Grande Final da Eurovisão, senão mesmo o vencedor deste ano. 

Catarina Gouveia: É uma potencial vencedora, julgo que ficará no top 3 se não houver surpresas.

Cláudia Peres de Matos: Top 3, caso não seja vencedora. Depois do ano passado, a Rússia vai esforçar-se.  

Diogo Canudo: Não acredito que isto vença. Mas um 2º lugar está garantido. Se vencer, é porque mereceu.

Elizabete Cruz: Temos uma candidata à vitória.

Jessica Mendes: Possível vencedora!

Joana Martins: Obviamente que passa à final. Um certo top 3. Possível vencedor.

Maria Silva: Top 10, sem dúvida!

Pedro Emídio: Por mim não estaria na final, mas a Eurovisão está sempre a surpreender-nos. 

Ricardo Mendes: Por ser a Rússia, passará à final sem problemas.


André Sousa: 10 pontos

Carolina Pinto: 12 pontos

Catarina Gouveia: 12 pontos

Cláudia Peres de Matos: 10 pontos

Diogo Canudo: 12 pontos

Elizabete Cruz: 10 pontos

Jessica Mendes: 8 pontos

Joana Martins: 10 pontos

Maria Silva: 12 pontos

Pedro Emídio: 5 pontos

Ricardo Mendes: 12 pontos

Total: 113 pontos


André Sousa: A Rússia não brinca em jogo. Procura sempre um lugar no top 5.

Carolina Pinto: Brutal!

Catarina Gouveia: Euro-pop puro!

Cláudia Peres de Matos: Custa-me dar mérito à Rússia, mas este ano vai ter que ser!

Diogo Canudo: Uma coisa é certa: se Sergey vencer, será uma melhor vitória que a do Dima Bilan.

Elizabete Cruz: Sim Rússia, um homem a cantar “you’re my only one” provavelmente faz mais sucesso que músicas sobre paz. 

Jessica Mendes: Moscovo 2017?

Joana Martins: Não há balada de paz (Aleluia!). Há o Sergey Lazarev pronto a levar o ESC para a Rússia. 

Maria Silva: Força, Rússia!

Pedro Emídio: Mais do mesmo, mas talvez consiga impressionar se investir na apresentação. 

Ricardo Mendes: Raios, trovões e a Rússia ganha o Eurovision Song Contest 2016? Não me importava.


 Rússia - 113 pontos;  Hungria - 99 pontos;  Arménia - 78 pontos;  Holanda - 71 pontos;  Croácia - 70 pontos;  Moldávia - 41 pontos;  Finlândia  - 39 pontos;  Grécia - 39 pontos.

Vídeo: Eurovision Song Contest
24/03/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.