Roménia: país é desqualificado do ESC2016


A European Broadcasting Union (EBU) anunciou que a Roménia não poderá participar na edição de 2016 do Festival Eurovisão da Canção (ESC), efeito das dívidas acumuladas por parte da emissora romena Televiziunea Română (TVR), com valores que chegam aos 16 milhões de euros.

Como já havia sido noticiado pelo Crónicas de Eurofestivais [AQUI], a emissora romena já teria comunicado à imprensa que a participação no ESC2016 estaria em risco devido ao endividamento para com a EBU e a uma possível falência da empresa. As suspeitas confirmaram-se, estando a Roménia fora da edição de 2016 da Eurovisão, assim como excluída dos acessos aos serviços informativos e desportivos pertencentes à EBU.

 Esta decisão foi tomara após expirar o prazo de negociações satisfatórias para o pagamento da dívida acumulada de 16 milhões de euros, na quarta-feira, 20 de abril. Ingrid Deltenre, diretora geral da EBU, não escondeu o desapontamento: "É lamentável que sejamos forçados a tomar esta decisão. Estamos desapontados por todas as nossas tentativas de resolver este assunto tenham sido ignoradas pelo governo romeno." Acrescentou ainda que a falha por parte da TVR poderia mesmo representar uma ameaça à própria estabilidade da EBU.

Como consequência da desqualificação do país e respetivo representante, Ovidiu Anton, com o tema "Moment of Silence", a TVR não poderá transmitir o festival. 

Ouça o tema romeno desqualificado do ESC2016:



Fonte/Imagem/Vídeo: Eurovision.tv
22/04/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.