ESC 2016: comentários às indumentárias da 2ª semifinal


Justs usa um casaco de couro (para não variar) preto. Confesso que apesar de achar o tema minimamente interessante, o artista podia inovar e usar algo novo e original. Sim, pode ser a sua imagem de marca, mas já cansa um pouco, sempre o mesmo estilo e o mesmo tipo de casaco. No entanto, não deixa de ter style e apresentar uma indumentária bastante moderna, e sim, o público, principalmente o feminino, irá vibrar com esta atuação e com o famoso casaco do artista. 

Michał decidiu usar calças pretas combinadas com um casaco de veludo vermelho com ombreiras pretas. Gosto bastante. Faz-me lembrar o estilo gótico. Acho que torna a atuação diferente, com um carisma enigmático. E além disso, o representante polaco fica bastante charmoso com este tipo de indumentária. Comprovamos aqui o estilo requintado do artista.


Já Rykka veste um vestido, com um top preto com uma saia longa transparente. Gosto bastante, não é nada de extraordinário, mas é um simples que faz todo o sentido neste tema. Por vezes, o menos é mais. Gosto bastante, associo logo à natureza, algo muito sóbrio. Uma bela aposta por parte da artista suíça. E além disso a parte da saia faz pandam com o cabelo de Rykka.  

Hovi Star optou por uma indumentária toda escura. Gostei particularmente das luvas que tem brilhantes remetendo diretamente para o nome do tema "Made Of Stars", bom elemento associativo ao tema. Além disso adorei esta antítese das estrelas e de toda a indumentária ser escura. Fico feliz por Hovi não ter optado por uma indumentária muito espampanante, e por ter optado por algo mais recatado e discreto. Mais uma vez, menos é mais! 

Ivan, o cabeludo que queria ir nu. Não gosto muito deste conjunto. Não se destaca muito na performance. Ivan podia ter optado por uma indumentária mais descontraída. No entanto, optou por uma roupa clara que não flui muito. Talvez o artista pensou que o traje iria completar o charme do seu longo, suave e ruivo cabelo, mas enganou-se. Não ficou nada sexy!


Uma palavra: amo! Sanja apresenta-se absolutamente divinal. Sim, notam-se as gordurinhas e tal, mas temos de admitir que esta indumentária é deslumbrante. O tema dela fala sobre o problema da violência sobre as mulheres e esta indumentária lembra um pouco uma espécie de capa ou até mesmo uma roupa de guerreira. O preto pode simbolizar a dor que as mulheres sobrem quando são alvos de violência, e como temos de combater essa questão. Brutal!


Nicky apresentar-se-à no palco com umas calças pretas e com um casaco de couro com mangas pretas, manchas castanhas e vermelho na frente e nas costas. Não desgosto, mas também, com um tema como este, acho que nem a melhor indumentária salvaria isto. O artista optou por escolher um outfit mais casual, o que não lhe fica mal, mas também não o destaca em nada. Podia aproveitar para emprestar o casaco ao Justs, a ver se ele mudava um pouco o estilo.


Kaliopi irá usar um vestido longo preto bastante, com uma parte traseira branca. A representante da Macedónia com a sua bela carreira não podia ter feito isto. Esta roupa é simplesmente horrível. Não sei se parece uma freira ou outra coisa. Este tipo de vestido não lhe assenta nada bem. Um corte horrível, com uma espécie de franjas. A parte branca parece uma cortina frisada. Infelizmente, Kaliopi não fez, desta vez, uma boa escolha relativamente à indumentária. 

O representante lituano, Donny Montell, irá trocar três vezes de casaco ao longo da atuação. Este será o ultimo a ser utilizado. Tudo horrível, cabelo (parece que nem sequer se penteou), casaco sem graça nenhuma. Sempre o disse e volto a frisar, Donny é o Justin Bieber lituano, ou pelo menos tenta-o ser. Odeio toda a indumentária. Demasiado street. esperava ver no mínimo mais classe, pelo menos uma roupa decente.  

Adoro. Dami In está sensacional com este vestido longo branco, com brilhantes na faixa que tapa o seu ombro direito e algumas ao longo de todo o vestido. Gosto muito do cabelo. E amo particularmente aquela espécie de luva prateada, muito in. Este é a meu ver o elemento que se destaca mais aqui. Irá certamente brilhar!

Muito simples. Não gosto, nem desgosto. A eslovena ManuElla não arrasa neste vestido branco curto à frente e longo atrás. Eu usaria sem dúvida este vestido, mas no dia-a-dia. Agora, para o concurso penso que não se adequa. Demasiado simples. Além do mais não se adequa ao tema, só se for para afirmar que branco é branco. 


Gosto bastante deste toque techno que Poli Genova escolheu para as indumentárias. Faz ligação direta ao tema. Gosto particularmente das suas calças que parecem refletoras. Espero um grande show e muita dança!

Estes "soldiers of love" mais parecem "soldiers of death", mas adoro. Muito swag, roupas muito sóbrias, com a utilização do escuro. Apostaram bem! Gosto do facto de o tema ser sobre amor mas eles não terem abusado na lamechice. 

Jamala escolheu um vestido roxo com umas calças também roxas. Adoro o vestido, odeio as calças. Acho que este último elemento não faz muito sentido aqui. Gosto do cabelo. Se Jamala utilizasse apenas o vestido ia resultar muito melhor, mas a sério, aquelas calças ali ficam ridículas. No entanto, gosto bastante da cor e do facto de o vestido se mover e esvoaçar.  


Agnete optou por utilizar a mesma indumentária que utilizou na final nacional norueguesa: um top branco brilhante com uma saia branca também brilhante. Aprecio bastante e vê-se aqui o intuito de criar um elo de ligação da indumentária com o tema, mais uma vez. Assim como o cabelo, adoro, adoro adoro! 

Nada demais. Roupas muito casuais, algo que se usa no dia-a-dia. Não apostaram na indumentária. Gosto particularmente daquele chapéu, dá uma certa piada à atuação. Mas a sério, esta gente tem oportunidade de fazer um brilharete num concurso visto pelo mundo e vestem-se como se fosse um dia normal? Não percebo! Poderá ser "midnight" mas não será certamente "gold"!


Podia gostar, mas acho uma "pindirequice". Este longuíssimo vestido um pouco rosado com uma cauda de noiva não é assim tão fabuloso. Adoro a cor, adoro o facto de ter uma cauda linda de morrer, mas odeio o tecido e odeio o corte. Gosto do cabelo de Eneida Tarifa, mas não acertou muito no vestido! Vamos admitir, aquele corte é horrível! 


Laura Tesoro é tão fofa, tão cutchi, mas tão foleirita ao usar esta indumentária! Demasiadas lantejoulas, brilhantes. Não sei porquê, mas acho uma tendência demasiado ultrapassada, Laura podia juntar-se a Serhat. Gosto apenas dos cações abrilhentados e dos ténis. Mas odeio o blazer, é simplesmente medonho, tão out. O coro também não está muito melhor. É suposto ser um tema divertido, mas o coro/bailarinos mais parecem executivos. Um elemento que adoro é o cabelo de Laura, adoro aqueles caracóis mais fofos. Go Laura, mas deixa o blazer em casa! 

Melhor indumentária: Sérvia
Pior indumentária: Macedónia 

Imagens: Eurovision.tv
11/05/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.