[EXCLUSIVO]: Augusto Madureira reage à vitória da Ucrânia


Em exclusivo ao CE, Augusto Madureira, jornalista e compositor por diversas vezes no Festival RTP da Cançãoreagiu à vitória de Jamala.

"Embora estivesse longe de ser a minha favorita, foi-me desde logo evidente que a Ucrânia faria um bom lugar nesta edição do ESC - como, aliás, é seu apanágio!", começa por dizer, completando: "Percebi desde o início que os ucranianos arriscavam tudo para ganhar: a começar pela mensagem (evidentemente atual e anti-Rússia) e a terminar na performance (aparentemente "simples" e nada plástica, mas em que nada foi deixado ao acaso)."

Porém, após a vitória, o próprio jornalista faz várias reflexões: "Se '1944' se chamasse "2015" ganharia a Eurovisão? Se esta tivesse sido a canção portuguesa, quantos míseros pontos teria? Se esta canção se apresentasse no FC, chegaria sequer à final nacional? Já alguém percebeu de que forma foi convertida a pontuação do televoto?"

De acordo com o seu gosto pessoal, a Austrália e a Itália eram as suas favoritas.

Portugal estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1964 e o seu melhor resultado é um sexto lugar: em 1996, com Lúcia Moniz e a canção “O meu coração não tem cor". Em 2015 o país foi representado por Leonor Andrade e a canção “Há um Mar que nos Separa", alcançando o 14º lugar na semifinal com um total de 19 pontos.

Imagem: festivaiscancao.pt
15/05/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.