Islândia: porta-voz alvo de discriminação


No sábado passado, Unnstein Manúel Stefánsson, porta-voz da Islândia, anunciou os votos do júri e fez furor nas redes sociais.

É um musico islandês, produtor, apresentador e mais conhecido por ser cantor na banda Retró Stefson, Stefánson foi este sábado o primeiro porta-voz negro a anunciar os votos do júri na Grande Final do Festival Eurovisão da Canção (ESC). Muitos fãs aplaudiram o tal facto mas muitos dos racistas islandeses pegaram nas redes sociais para comentar.

De acordo com estas pessoas, ser multi racial não é "ao estilo islandês". Um dos comentários foi: "O quê? É suposto um negro dar a cara pela Islândia a todo o mundo? É a mesma coisa que um islandês ser a cara da China ou qualquer coisa parecida! Felizmente, a Islândia é um país com mais ou menos pessoas brancas. Ele devia ter sido substituído por um verdadeiro islandês. E agora, toda a Internet insiste que ele é islandês. Não haja dúvidas!"

Relembramos que Jamala venceu o Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2016 com o tema "1944".

Fonte/Imagem: wiwibloggs.com
18/05/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.