São Marino: apresenta queixa formal à EBU


São Marino faz queixa formal à European Broadcasting Union (EBU) devido ao novo sistema de voto do Festival Eurovisão da Canção.

O novo sistema de votação introduzido no Festival Eurovisão da Canção é aplaudido por alguns e criticado por outros países. Este é o caso da televisão pública em São Marino, que não concorda com a EBU em vários aspectos do sistema de votação. O chefe da delegação de São Marino, Alessandro Capicchioni afirma que neste sistema os países menores são discriminados. Capicchioni afirma que o novo sistema foi decidido sem consultar todos os chefes de delegação, reconhecendo que o sistema também tem vantagens: "O novo sistema garante que todos os países têm pontos."

Tanto o organismo público da pequena república como o chefe da delegação, Alessandro Capicchioni, disseram que ainda não sabem quem foram os eleitores, nem que países deram pontos a São Marino no último evento. Em resposta a EBU disse que o grupo de referência não vai tornar públicos esses dados para proteger e manter a integridade dos eleitores. Portanto, o SMRTV irá enviar uma queixa formal e apresentar um sistema de votação alternativo. 

Este problema começou em fevereiro 2016 quando a EBU anunciou o novo sistema de votação. Apesar da queixa formal, São Marino foi representada no Festival Eurovisão da Canção 2016 por Serhat cantor com música 'I didn't know' e que não conseguiu alcançar a Final, desta forma, a administração de São Marino afirma que vai propor um novo sistema de voto que também leva em conta as dificuldades técnicas que um pequeno país pode ter (referindo-se ao televoto). Esta nova proposta será enviada à EBU.


Fonte: Eurovision-Spain.com
24/06/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.