Ucrânia: boicote à marcha pela igualdade causa preocupação com o ESC 2017


O boicote à marcha pela igualdade na Ucrânia causa preocupação com a realização do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2017.

Irá acontecer uma marcha pelos direitos LGBTI no dia 12 de junho de 2016. No entanto, neo-nazis ucranianos, apoiados pela Igreja Ortodoxa, alertaram que iria acontecer um "banho de sangue" caso a marcha pela igualdade aconteça. Este grupo já é habitual no boicote de programas semelhantes - em março passado atacaram o Hotel Dnister com pedras aquando a realização de uma conferência de direitos LGBTI, em Lviv.

No facebook oficial do porta-voz do movimento nacionalista, Artem Skoropadsky, os organizadores da marcha em questão foram ameaçados: "Os nossos colegas do movimento OUN lançaram uma forte declaração sobre a parada gay em Kiev. Em suma, no dia 12 de junho haverá um banho de sangue em Kiev. Os organizadores da marcha ainda têm tempo para não a realizar."

Em resposta, Olena Semenova, da comissão Orgulho Kiev, afirmou: "O orgulho é um evento público. Este é o nosso diálogo aberto com quem está no poder. Este é também o nosso diálogo com a sociedade. Não devemos ter vergonha de diversidade."

Este acontecimento está a causar um sobressalto nos admiradores do ESC 2017, que temem que haja um possível boicote no próximo ano. Sendo a Eurovisão um evento que tem promovido a inclusão de todos, e inclusive da diferença, é certo que não se enquadra com as ideologias destes movimentos.

Relembramos que as datas preliminares para o ESC 2017 são: 16, 18 e 20 de maio.

Fonte/Imagem: oikotimes.com
03/06/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.