O Regresso da Dona Gertrudes: Oitavo texto - 'I Stand' de Gabriela Guncikova


Esta semana vamos voltar ao ano de 2016. A verdade é que este ano havia muitas letras dignas da minha análise, mas como estes miúdos irritantes do Crónicas de Eurofestivais me impuseram um limite de dez músicas para analisar, tive de fazer escolhas. Assim sendo achei que “I Stand”, a música que deu a primeira qualificação da história à República Checa (ou Chéquia, como se diz agora) era a mais interessante no meio de tanta desgraça.


"I’ve worn the path
I’ve hit the wall
I’m the one who rose and fall
I’ve played my heart
When I played the part
But it got me through the rain
I have felt the strain
I’ve made mistakes
With the monsters in my head
But in the end
You’re standing there
You’re the one who always cares

Cause I stand
I stand
I am standing here
Just because of you
Every part of me is a part of you
I stand

I’m standing tall
I can hold it all
Now I see where I belong
The choice I made
Helped me understand
Now this life is mine to play
I am thanking you, you made me
You are my air
I’ll always care!

I stand...

You never lose hold of me
You always trust and you see
I stand
I stand"

Vou começar por dizer que tanta gritaria quase me deixava surda. O meu pobre gato na semifinal fartou-se de miar a tentar acompanhar a Gabriela. Serviu-me de emenda e na final tirei o som à televisão. Mas vamos ao que interessa que é a letra em si. Verdade seja dita que não há grande coisa para analisar já que metade da letra é só “I stand”. Já alguma vez contaram a quantidade de vezes que ela repete o título? Não? Ainda bem que eu existo… São onze vezes. 


Toda esta letra parece baseada num daqueles livros de auto ajuda rascas que vemos em destaque nas livrarias. “Sou aquela que caiu e se levantou”, “isso ajudou-me a ultrapassar a chuva”, “mas no fim continuo firma” e blá blá blá. Se a falta de originalidade (ou a falta dela) matasse, a pessoa que escreveu esta letra já estava debaixo da terra há muito tempo. A própria Gabriela disse que isto era uma letra sobre ultrapassar as dificuldades da vida. De facto a República Checa enfrentou as dificuldades que teve sempre que participou no Festival e qualificou-se para a final na semi final mais complicada. Pelo menos nesse contexto a música faz sentido.


O que faz pouco sentido nesta lógica da “letra de auto ajuda” é o refrão. “Eu estou aqui por causa de ti, cada parte de mim é uma parte de ti”. Isto faz sentido neste contexto? Se faz para vocês, é porque têm uma imaginação muito limitada. É mais que óbvio que isto se refere à história de duas gémeas siamesas, já que cada parte de uma é parte da outra e se uma está num lado qualquer é porque a outra também estará. Com esta minha interpretação explica-se também que a música tenha tantos agudos. Partilhar o corpo com outra pessoa deve levar a muita discussão e todos nós sabemos que uma discussão a sério tem de acabar em gritaria, como as dos meus vizinhos do lado.

31/07/2016
Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.