O Regresso da Dona Gertrudes: Sexto texto - 'Glorious' dos Cascada


Hoje trago-vos uma a análise a uma música cujo nome é “Glorious”. Achei apropriado tendo em conta os acontecimentos da semana passada. Fomos campeões da Europa, mas já era altura de se calarem com isso. Já não aguento as conversas sobre a bola que se ouvem na rua. A esta altura já acho que era melhor terem ganho os franceses! Bem, mas não é para falar de bola que eu cá estou. É para analisar ao pormenor a letra da música alemã de 2013 que foi um daqueles flops que até dá gosto ver!


“Do you know it’s time to let yourself go?
Why don’t we just let it show?
Tell me what you’re waiting for

‘Cause I, I wanna live before I die
Crash and burn and lose my mind
We can set the world on fire

Tonight we can be glorious
We are young at heart and we’re free
The world is ours, I can feel the music in me
Glorious, found a love that eyes cannot see
Delirious, oh oh oh oh, oh oh oh

I believe the little child inside of me
Can reveal my destiny
And one day I’ll be breaking free

Now’s the time, we’re running at the speed of light
I’ll meet you on the other side
Every time I close my eyes

Tonight we can be glorious
We are young at heart and we’re free
The world is ours, I can feel the music in me
Glorious, found a love that eyes cannot see
Delirious, I can feel the music in me

(Glorious) Found a love that eyes cannot see
(Glorious) (We are young, oh oh, oh oh oh)
(We are young, oh oh, oh oh oh)
(We are young, oh oh, oh oh oh)
(We are young, oh oh, oh oh oh)

Tonight we can be glorious
We are young at heart and we’re free
The world is ours, I can feel the music in me
Glorious, found a love that eyes cannot see
Delirious, oh oh oh oh, oh oh oh”


Comecemos então. Todos nós sabemos que as letras destas músicas nunca primam pela qualidade. Vocês, os mais novos, é que ouvem tudo e nem querem saber do que é que eles estão a falar. Parecem a minha vizinha de baixo. Mete-se na varanda a “cantar” cada parvoíce que nem vos digo. Eu, que sou uma pessoa com gostos requintados, aprecio uma boa música com uma boa letra. 

Digo-vos já que aquela segunda estrofe é do melhor material eurovisivo que já ouvi. Portanto ela quer viver antes de morrer mas entretanto também quer pôr fogo ao mundo! Ou isto é genial a um ponto que eu não consigo entender, ou quem escreveu isto estava com uma bebedeira digna de ver o seu país campeão da Europa. Seria uma excelente explicação, mas a Alemanha foi campeã do mundo um ano depois portanto tal explicação não se aplica. Mas então vejamos o seguinte, ela pode ser uma psicopata e querer acabar com o mundo. Claro que acabar com o mundo pressupõe que irá acabar também com a sua vida, a menos que tenha arranjado um apartamento na lua ou em Marte para ir viver sozinha. Ora, se ela já tiver vivido (e basta-lhe nascer para já o ter feito) já pode espalhar gasolina pelo mundo fora e acender-lhe um fósforo. Se bem que ao preço que está a gasolina talvez esta não fosse a melhor solução, mas ela lá deve ter o seu plano.


Esta letra é repetitiva até mais não, mas a verdade é que tem material de análise de qualidade. Ora, diz a senhora que era famosa há uns bons dez anos atrás que é são (ela e mais alguém) novos no coração e depois refere-se à criança dentro dela. Tudo isto para dizer que está mais velha do que nós nos lembramos mas continua a ser uma jovem. É mais ou menos como eu. Tenho aqui um espírito jovem que nem imaginam.


Entretanto diz que o mundo é deles. Ah, já podia ter dito logo no início da música. Tornava-se bem mais fácil perceber como é que lhe vais atear fogo. De certeza que tem algum botão vermelho (é sempre vermelho) para destruir o mundo inteiro lá em casa. E quando o fizer diz que vê quem quer que seja a quem ela se refere do outro lado. Se isto não é a maior música suicida do mundo eurovisivo, não sei qual será!

17/07/2016
Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.