Albânia: mudanças no FiK 2016


A RTSH anunciou algumas mudanças no Festivali i Këngës, programa que escolhe o representante albanês para o ESC, desde logo a introdução de um júri do público.

o Festivali i Këngës decorre no mês de dezembro e este ano terá menos concorrentes na grande final. O concurso, que costumava ter um total de 30 canções, terá este ano menos 6 sendo que a final contará com 14, menos 8 que no ano passado. A outra grande mudança é no sistema de votação. O júri profissinal mantêm-se mas junta-se a ele um júri do público e outro dos media. Assim sendo, o júri profissional escolherá 8 músicas para a final e os outros dois grupos de jurados escolherão mais três músicas cada. Na final, o vencedor será escolhido pelo júri profissional (60% da votação) e pelo júri do público (40% da votação). 

A Albânia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 2004 e o seu melhor resultado é um quinto lugar: em 2012, com Rona Nishliu e a canção “Suus”. Em 2016 o país foi representado por Eneda Tarifa e a canção “Fairytale”, alcançando o 16.º lugar na segunda semifinal com um total de 45 pontos.

Recorde "Fairytale":


Fonte/Imagem: Wiwibloggs/Vídeo: Eurovision Song Contest
11/10/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.