ESC 2017: diretor da NTU confirma paricipação da Rússia


O diretor geral da emissora ucraniana NTU, Zurab Alasania, confirmou a participação da Rússia no Festival Eurovisão da Canção 2017.


 Segundo o diretor geral da emissora anfitriã da Eurovisão 2017, a Rússia está confirmada na competição europeia. O anúncio foi efetuado ao jornal ucraniano Mirror of the Week, sendo que Zurab Alasania garantiu a presença do país no concurso: "No início a emissora resmungou imenso com a participação, mas depois garantiram a presença e até já avançaram com o nome do potencial representante". 


Para além disso, Zurab anunciou que Philip Kirkorov, representante russo em 1995 e compositor das entradas da Bielorrússia em 2007, da Ucrânia em 2008 e da Rússia em 2014 e 2016, foi oficialmente autorizado a entrar na Ucrânia, saindo da polémica lista negra de artistas. 

A confirmar-se as declarações do diretor-geral da NTU, o Festival Eurovisão da Canção 2017 conta com 37 países confirmados provisoriamente: Albânia, Alemanha, ARJ Macedónia, Arménia, Áustria, Azerbaijão, Bélgica, Bielorrússia, Bulgária, Chéquia, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Israel, Itália, Letónia, Lituânia, Malta, Montenegro, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido, Roménia, Rússia, Suécia, Suíça e Ucrânia. Por outro lado, a Bósnia-Herzegovina foi o único país a anunciar a sua retirada depois da participação em Estocolmo, enquanto que a Austrália, Geórgia, Moldávia, São Marino e Sérvia ainda não anunciaram qualquer detalhe sobre a participação.


Fonte/Imagem: ESCPortugal.com
02/10/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.