ESC 2017: bilhetes à venda a partir de janeiro


A contagem decrescente para o Festival Eurovisão da Canção 2017 (ESC 2017) não pára e a partir do próximo mês de janeiro já podem ser adquiridos os bilhetes para o maior evento de música do mundo.

A European Braodcasting Union (EBU) divulgou a informação acerca da venda de bilhetes, uma semana após ter estado na Ucrânia, país que sediará o evento, mais precisamente na capital, Kiev. A visita à cidade teve como objetivo principal a avaliação do arranque dos preparativos do evento que, como tem vindo a ser noticiado, tem causado alguma polémica, pelos atrasos que se tem verificado na sua execução. 

Esta tem sido a razão pela qual o país tem sido alvo de duras críticas, sendo apontada a falta de preparação da capital para receber um evento tão grandioso. No entanto, o presidente local afirma que a Ucrânia tem todas as condições necessárias para receber o festival, tendo inclusive visitado, em conjunto com elemento da administração do Estado de Kiev, a The International Exhibition Center, arena escolhida para receber o evento, para validar essas condições.

Polémicas aparte, a Natsionalna Telekompaniya Ukrayiny (NTU), emissora ucraniana que irá transmitir o festival, tem trabalhado arduamente para ter, em maio, um espetáculo incrível proporcional aos espetadores. 

Informações sobe o palco deverão ser divulgadas em breve, visto que a estrutura afeta diretamente o número de bilhetes que serão postos à venda em janeiro.

Fonte: esctoday/Imagem: eurovision

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.