Bósnia & Herzegovina: EBU apela para que as autoridades bósnias salvem a emissora


Devido à crise, o governo bosniano tem sido incapaz de financiar a emissora nacional, 
Radio and Television of Bosnia and Herzegovina (BHRT), e a EBU ficou forçada a colocar o serviço emissor a três níveis de sanções, pelo que a BHRT não puderá mais recorrer aos serviços da EBU, incluíndo serviços de notícias, musicais e acessos a direitos de desporto.

A emissora nacional acumulou em 11 anos milhões em dívida e, apesar de esforços em diferentes alturas, o governo da Bósnia foi incapaz de surgir com um plano de pagamentos para repor o dinheiro da dívida.

A EBU tem apoiado a BHRT ao longo do tempo de forma a assegurar um financiamento sustentável do governo, O contacto com as autoriadades bósnias tem sido constante - especialmente com o governo e o parlamento - para discutir a necessidade de alterações da lei relativamente ao serviço emissor.

Devido ao sistema fraco e ao facto da emissora da Bósnia não estar a conseguir assegurar a sua licença o país arrisca-se a ser o único país da Europa a ficar sem uma emissora pública nacional, apesar do governo prometer o pagamento das dívidas à EBU.

A Bósnia & Herzegovina estreou-se como país independente no Festival Eurovisão da Canção em 1993 e o seu melhor resultado é um terceiro lugar: em 2006, com Hari Mata Hari e a canção “Lejla”. Em 2016, o país foi representado por Dalal & Deen feat. Ana Rucner & Jala e a canção “Ljubav je”, alcançando o 11º lugar na primeira semifinal com um total de 104 pontos.

Reveja "Ljubav je":



Fonte/Imagem: oikotimes, wikiwand/Vídeo: Eurovision Song Contest
16/12/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.