ESC 2017: Rússia oficialmente de fora


Foi oficializada esta quinta-feira a não participação da Rússia no Eurovision Song Contest 2017 que se realiza entre 9 e 13 de maio em Kiev.

O anúncio foi feito pelo Channel One, emissora russa, após Julia Samoylova ter sido proibida de voar para solo ucraniano já que a cantora esteve na Crimeia em 2015 violando assim a lei ucraniana. Depois deste anúncio das autoridades ucranianas a EBU sugeriu que Julia atuasse via satélite o que acabou por ser recusado pelos ucranianos por também ir contra as leis. Apesar de a EBU ter tentado negociar a participação russa no concurso, é agora confirmado que o mesmo não vai acontecer.

Assim sendo, Julia deverá representar o país em 2018 como já havia sido anunciado independentemente do local onde o concurso seja realizado. A Rússia seria a 3.ª a atuar na segunda semifinal de dia 11.

Além disto o Channel One refere ainda que não irá transmitir esta edição da Eurovisão. Pode ler-se no comunicado que "a razão para isto acontecer é uma tentativa de tornar o ESC um concurso político quando o seu objetivo, durante os seus 62 anos de história, sempre foi unir as pessoas. (...) Assim sendo, o Channel One não consiera a possibilidade de transmitir o Eurovision Song Contest 2017".

Fonte: eurovoix/wiwibloggs

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.