FC 2018: júri revelado para as candidaturas espontâneas


A RTP confirmou, em Julho, que o Festival da Canção 2018 acrescentaria novos métodos de seleção de canções e agora são conhecidos os jurados responsáveis pela escolha destas canções.

Em 2018, o Festival da Canção reservará dois lugares para canções vindas de talentos exteriores. O programa de rádio "Master Class" da Antena 1, sendo um programa de rádio dirigido a compositores e autores amadores sem trabalhos publicados,  será responsável pela escolha de uma dessas duas canções. O júri será composto por: Tosé Brito (presidente), Noémia Gonçalves (locutora da Antena 1), António Macedo (jornalista e locutor das manhãs da Antena 1), Ricardo Soares (diretor da Antena 1) e Rui Pêgo (diretor da Antena 1). 

A segunda canção será selecionada a partir de candidaturas espontâneas de canções inéditas com uma duração máxima de três minutos. Qualquer cidadão de nacionalidade portuguesa ou estrangeira residente em Portugal, com ou sem trabalhos publicados, poderá submeter uma maquete com a indicação de link onde possam ser escutadas, mediante inscrição no formulário disponível em: http://antena1.rtp.pt. O júri responsável pela seleção de candidaturas será:  António Macedo (presidente do júri e jornalista e locutor das manhãs da Antena 1), João Gobern (jornalista e crítico de música, mais conhecido por ser comentador desportivo no programa da RTP3 "Trio d'Ataque"), Miguel Guedes (vocalista dos Blind Zero), Mariza Liz (vocalista dos Amor Electro)) e Iolanda Ferreira (locutora e produtora da Antena 1).

Relembramos que o vencedor do Festival da Canção 2018 representará Portugal no Festival Eurovisão da Canção 2018, que acontecerá em Lisboa nos dias 8, 10 e 12 de maio.

Fonte: RTP





Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.