Suécia: foram submetidas mais de 2 mil músicas para o Melodifestivalen


A Sveriges Television (SVT), revelou hoje que foram submetidas 2771 músicas para o Melodifestivalen.  

A estação pública sueca divulgou que dentro das 2771 músicas submetidas a concurso, 2324 foram submetidas para a Ordinary Competition, e 447 foram submetidas para a General Competition. Esta última foi criada para os candidatos que ainda não possuem nenhum trabalho publicado a nível profissional. Recebeu o mais alto número de candidaturas desde 2012 e mais 300 do que o ano passado. 

Segundo Christer Björkman, o próximo passo será dar início ao processo pré-seletivo de músicas para o concurso, sendo que isso envolverá um júri, o qual será liderado por Karin Gunnarsson, vice-produtora do Melodifestivalen, e terá como principal missão escolher 14 músicas. À SVT caberá escolher mais 13 músicas para assim completar o alinhamento das canções a concurso. 

Enquanto isso, o primeiro artista já foi escolhido. Stiko Per Larsson venceu o concurso P4 Nästa e, por isso, ganhou um lugar no Melodifestivalen, porém, não poderá participar com a canção que o levou à vitória do P4 Nästa. Em relação aos restantes participantes, a SVT revelou que serão divulgados durante o Outono. Revelou também que o formato do concurso seletivo da canção sueca não sofrerá alterações no formato. 

Recorde-se que a Suécia já venceu 6 vezes o Festival Eurovisão da Canção (ESC), sendo que o último foi em 2015. Na edição do ESC, em 2017, o país foi representado por Robin Bengtsson, com a canção "I can't go on", tendo chegado à final e alcançado o quinto lugar, com 344 pontos. 

Recordemos em baixo a canção vencedora do Melodifestivalen 2017: 


Fonte: Eurovoix / Vídeo: Youtube






Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.