Apreciações Musicais - ESC2015: Rússia




POLINA GAGARINA - "A MILLION VOICES"



André Sousa: Um instrumental que sustenta muito bem a voz da intérprete, formando uma sinergia agradável ao ouvido e convidativa a ouvir uma segunda vez.

Andreia Fonseca: A sonoridade é catita. Não é muito original, mas é uma fórmula de sucesso, principalmente quando aliada a uma mensagem com significado.

Catarina Gouveia: Rússia, nunca falhas. Este é um país que sabe o que é a Eurovisão e sabe sempre o que é que resulta bem. Mais uma boa proposta do país, com um tema que grita Eurovisão por todos os lados. 

Cláudia Peres de Matos: Confesso que ainda não  “explorei” a canção o suficiente para perceber se me cativa ou não. Contudo, estou com um feeling que irá ser arrebatadora. 

Diogo Canudo: Um instrumental forte e em crescendo. Uma das melhores baladas do ano.

Elizabete Cruz: Ao início este instrumental parecia-me demasiado leve, mas ele acaba por ganhar força lá para o meio. Nota-se que foi feito para uma letra que tentasse passar alguma espécie de sentimento. Não é dos instrumentais mais complexos, mas não desgosto. 

Jessica Mendes: Uma balada forte com um instrumental bem construído. Talvez uma das melhores baladas deste ano.

Joana Martins: Típica baladona. Não me chama à atenção. 

Rita Pereira: A mistura dos instrumentos de corda, percussão e suaves sons electrónicos  fazem o instrumental muito impactante, não deixando ninguém indiferente. 


André Sousa: Gosto bastante da voz, apesar de conhecer somente esta versão em estúdio, posso dizer que cativou-me logo à primeira. A intérprete detém uma voz bastante melodiosa e esteticamente segura.

Andreia Fonseca: Uma excelente voz, que merece ser mostrada à Europa. Veremos como ficará ao vivo, com o apoio de backing vocals.

Catarina Gouveia: A voz da Polina é tão, tão boa! Mais uma grande voz feminina para esta primeira semifinal. Aguenta a música muito bem sem qualquer falha.

Cláudia Peres de Matos: Parece-me uma voz muito boa, avaliando apenas a versão do vídeoclip. 

Diogo Canudo: Uma das melhores da edição, e talvez a melhor voz feminina da edição. Forte, segura e melodicamente perfeita. Uma excelente intérprete!

Elizabete Cruz: O que mais se destaca nesta música. Polina tem uma voz forte mas ao mesmo tempo com a sensibilidade necessária para esta música. Acho que ficou perfeita para passar a mensagem da música.

Jessica Mendes: Parece-me uma boa voz sem demasiados “apetrechos”. 

Joana Martins: Grande cantora, merecia algo melhor. 

Rita Pereira: Polina tem uma bonita voz mas esperemos que mostre ainda mais a sua extensão vocal em palco.


André Sousa: Quando à presença e firmeza em palco pouco conheço mas, do que vejo, destaco o olhar que certamente, chama bastante à atenção. Espero para ver como irá ser toda a interpretação no palco da Eurovisão. 

Andreia Fonseca: Possivelmente teremos imagens de fundo semelhantes às do videoclip, com metáforas referentes à paz, união e tolerância.

Catarina Gouveia: Digamos que a Polina não precisa de grandes apetrechos em palco para que isto seja um sucesso. É uma cantora competente que consegue defender a sua canção com a sua voz brilhante e com uns namoricos com as câmaras.

Cláudia Peres de Matos: Se mantiver a mesma capacidade de surpreender, a Rússia trará uma boa apresentação,o que fará com que a canção fique muito bem vista. 

Diogo Canudo: Polina parece ter uma postura muito segura e a sua equipa deve inventar algo fenomenal em palco.

Elizabete Cruz: Não duvido que Polina vá ser perfeita em palco e vá colocar uma conotação dramática na sua prestação exactamente no ponto necessário. Vai ser uma performance para tocar toda a gente.

Jessica Mendes: A Rússia costuma apostar também neste elemento para tornar as suas canções mais memoráveis e confesso que espero muita pirotecnia neste caso. 

Joana Martins: É a Rússia, e na Eurovisão não são amadores. 

Rita Pereira: Na Eurovisão deverá manter a mesma expressividade que mostra no videoclip oficial da canção.


André Sousa: Um hino à união, aos povos, ao amor. Gostei.

Andreia Fonseca: Banal. Sem falar que, por mais que tente, ouvir mensagens de paz e união por parte da Rússia deixa sempre alguma incongruência no ar – mas aqui avaliamos músicas, não política, não é? Fácil falar!

Catarina Gouveia:  “Ai, que hipocrisia, a Rússia com uma letra destas”. Portugal também tem muitos problemas e não é por isso que tem de falar neles nas suas músicas. Anyway, uma excelente letra para o mote da Eurovisão 2015.

Cláudia Peres de Matos: Estou estupefacta com o facto de a Rússia apresentar esta letra. Quando prestamos atenção a ela, compreendemos o porquê desta canção ter tanta polémica neste país. Acho que Polina poderá querer transmitir uma mensagem, tal como ela disse que Conchita o fez. 

Diogo Canudo: Não vou levar esta letra a sério. Um apelo à paz quando a Rússia anda a brincar com a vida do seu povo, com as suas diferenças e semelhanças? Só podem estar a gozar com a cara de uma pessoa.

Elizabete Cruz: Podia ficar aqui o dia todo a criticar esta letra, por me soar tão hipócrita. Eu sei que a cantora não é um país, mas a sério, esta letra é uma piada de mau gosto para países como a Ucrânia. Se eu fosse representar a Rússia, e é isso que ela vai fazer, representar a Rússia, tinha vergonha de cantar isto. Mesmo assim, não deixa de ser uma boa letra.

Jessica Mendes: Não podemos esperar muita variedade a nível das letras que a Rússia nos apresenta devido ao regime controlador, mas esta letra parece-me das melhores enviadas pelo país nos últimos anos.

Joana Martins: Estou farta destes hinos de paz vindos da Rússia. A mim, irrita-me mas pronto… 

Rita Pereira: Uma letra utópica. Temos um apelo à união e ao amor da parte... da Rússia? Bonito mas seria fantástico se o mesmo país o aplicasse na prática em terras russas.


André Sousa: Com certeza uma passagem à grande final.

Andreia Fonseca: Só um forte boicote, por questões políticas, tira esta música do Top 15.

Catarina Gouveia: Merece o top5 e sendo o país que é consegue-o facilmente. Nem me admirava se visse este tema a vencer.

Cláudia Peres de Matos: Final garantida, como é habitual, e acho que este ano não vão haver assobios na plateia. 

Diogo Canudo: Top10 certo. Por mim, ficava a meio da tabela.

Elizabete Cruz: Top10, como sempre. Não, por meu gosto.

Jessica Mendes: Top 10 (porque é a Rússia).

Joana Martins: Top 10, garantidinho na final. 

Rita Pereira: Uma passagem à final na certa e, caso a apresentação em palco seja muito forte (como costuma ser), conseguirá facilmente atingir um lugar de top 10. 


André Sousa: 5 pontos

Andreia Fonseca: 8 pontos

Catarina Gouveia: 8 pontos

Cláudia Peres de Matos: 6 pontos

Diogo Canudo: 7 pontos

Elizabete Cruz: 7 pontos

Jessica Mendes: 5 pontos

Joana Martins: 5 pontos

Rita Pereira: 7 pontos

Total: 58 pontos


André Sousa: Nem com mil vozes te quero ver na final...

Andreia Fonseca: A ironia de um hino de paz vindo da Rússia.

Catarina Gouveia: Queremos o Rui Andrade a abrir um sol em palco outra vez!

Cláudia Peres de Matos: Afinal há russos com “mentes abertas”.

Diogo Canudo: A ironia da hipocrisia.

Elizabete Cruz: Cantem isto para o Putin, para ver se ele aprende alguma coisa.

Jessica Mendes: O Rui Andrade também vai este ano?

Joana Martins: Não se fartam de mandar músicas deste tipo? 

Rita Pereira: Quem sabe, sabe. E a Rússia sabe!


 Estónia - 79 pontos;  Bielorrússia - 70 pontos;  Rússia - 58 pontos;  Grécia - 50 pontos;  Macedónia - 48 pontos;  Sérvia - 47 pontos;  Bélgica - 46 pontos;  Holanda - 43 pontos;  Arménia - 35 pontos; 10º Moldávia - 23 pontos; 11º Hungria - 22 pontos; 12º Finlândia - 5 pontos.


Vídeo: Eurovision.tv
05/04/2015

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.