E foi por pouco... 3 - Midnight Boy, Simone de Oliveira, Satin Circus, Nikki Kavanagh e Eduard Romanyuta



MIDNIGHT BOY - "DON'T SAY NO"
7º lugar na 4ª semifinal do Melodifestivalen 2015

Se vamos falar de irreverência, então temos que falar de Midnight Boy. A primeira coisa que chama a atenção nem é a música, mas todo o cenário e o aspecto de Midnight. Impossível ficar indiferente ao homem de casaco rosa, os pêlos do peito à mostra e o cabelo enorme penteado só para um lado. Ele marca pela diferença. A música facilmente nos transporta para os anos 90, e por isso podemos considerar isto um pop desatualizado. Mas a verdade é que todos nós ouvimos e apreciamos música desses tempos, portanto não é motivo para descredibilizar a música. E a verdade é que ela ouve-se bem e fica no ouvido, e isso é aquilo que acaba por ser mais importante. Para além disso, o cenário foi pensado ao pormenor, com um ótimo jogo de câmaras que chega a dar um ar soturno a tudo o que acontece em palco. Para além disso, é óbvio que Midnight Boy tem carisma daqui até ao céu e abana as ancas como ninguém. O último lugar foi com certeza injusto.




SIMONE DE OLIVEIRA - "À ESPERA DAS CANÇÕES"
Finalista do Festival RTP da Canção 2015

Simone de Oliveira, sem qualquer dúvida e contestação, é a maior diva portuguesa no cenário musical viva. Já representou por duas vezes Portugal na Eurovisão, e da melhor forma possível, e já levou o nome do país além-fronteiras. Apesar de já não ter a mesma voz de outros tempos, a interpretação de "À Espera das Canções" foi completamente arrepiante e emotiva. Simone mostrou a muitos que a idade não é desculpa para nada, e deu uma chapada de luva branca a muitos que desejavam ter o carisma que a mesma tem em palco. A par disso, a música tem um instrumental fenomenal, e dos melhores dos últimos tempos do Festival, bem como uma letra metafórica e introspectiva. Foi uma pena não ter conseguido alcançar o top3 - no entanto, Simone não estava lá para ganhar. Estava lá "porque sim", como disse.





SATIN CIRCUS - "CROSSROADS"
2º lugar no Uuden Musiikin Kilpailu 2015

A vontade de clamar contra as injustiças no mundo é tão grande! Esta música devia estar em Viena, não aquilo que os finlandeses escolheram. Apesar de ser mais um pop-rock e de não se conseguir encontrar muitos traços do estilo musical finlandês, temos aqui um bom instrumental, tocado por jovens cheios de vivacidade. O próprio instrumental é uma complexidade de vários instrumentos, não sendo propriamente básico, e é enérgico e catchy. Não é nada difícil ouvir a música duas vezes e já ficarmos a cantar como se a tivéssemos ouvido a vida toda. Se é o melhor que já vimos a Finlândia fazer? Não, muito longe disso. Mas é inegável que esta música iria conquistar o seu lugar em Viena por ser tão enérgica e por ser apresentada por uma banda cheia de carisma. É realmente uma pena que não tenha conseguido o passaporte para o palco da Eurovisão.




NIKKI KAVANAGH - "MEMORIES"
4º lugar no Eurosong 2015

Nikki Kavanagh é como se fosse um Rui Andrade irlandês. Cheio de classe, uma ótima presença, uma excelente voz, e com imensa vontade de representar o seu país na Eurovisão. Já não é a primeira vez que Nikki tenta representar a Irlanda, e todas as suas propostas foram muito boas. No entanto, "Memories" foi a melhor que apresentou a concurso, a mais cativante, com melhor letra e com uma força no instrumental completamente brilhante. Apesar de a música vencedora não ser má, "Memories" é, sem dúvida alguma, melhor e seria, se fosse à Eurovisão, uma das melhores propostas que a Irlanda apresentou nos últimos tempos no certame. Não alcançava a vitória eurovisiva, mas poderia facilmente ficar no top10.




EDUARD ROMANYUTA - "GET REAL WITH MY HEART"
3º lugar no Evrobachennya 2013

O representante da Moldávia de 2015 já tentou concorrer ao concurso 4 vezes, apresentando um crescimento significativo e uma evolução que é bastante clara, apresentando vários temas pop, num género musical que faz sucesso em muitos países. Este tema é hit material. É contagiante, é bem construído, é excelentemente defendido. Teria sido uma excelente escolha por parte da Ucrânia, podendo até mesmo ser superior ao tema deste ano. Contudo, é a prova clara de como a persistência tem os seus frutos. Eduard não desistiu, e, mesmo não representando o seu país, vai concretizar o desejo de pisar o palco da Eurovisão. Alguém que devia ser uma inspiração para tantos bons artistas que ficaram por pouco.



Vídeos: EscSweden15, Your Eurovision Portugal, Angelo PESC, The Late Late Show, EduardRomanyutaVEVO
05/04/2014

                                                                                




Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.