ESC 2015: comentários ao primeiro dia de ensaios


Em 3, 2, 1… está oficialmente aberto o Eurovision Song Contest 2015! Os ensaios começaram hoje, em Viena, e todos estamos curiosos para ver um pouco do resultado final. Vamos lá começar…



Atenção, chegou a polícia! A Moldávia escolheu um dress code pouco original para a sua atuação. Continuo a associar esta canção aos tempos de teenager, e com esta indumentária só me lembro dos vídeos da Britney Spears ou algo do género. Até aí tudo bem, não fosse a voz de Eduard continuar péssima, com desafinações por todo o lado. A coreografia assemelha-se ao que vimos na sua atuação em Amesterdão. Não é má de todo, mas não salva o resto. O cenário, em tons de vermelho, condiz com a temática e com toda a envolvência. A propósito, o palco está muito bonito, mas pareceu-me um pouco pequeno (e eu estou habituada a palcos gigantescos nestas andanças). Concluindo, que toda a equipa da Moldávia aproveite bem estes dias pois irá cedo para casa. 



Gostei no geral do que vi… Espero apenas um pouco mais de expressividade por parte dos intérpretes (sim, estes 30 segundos não dão minimamente para avaliar isso), mas é apenas a impressão com que fico. Os vestidos esvoaçantes estão adequados e não podia faltar muito, muito vento, que é o que dá emotividade à apresentação. Para ficar perfeito, apenas uma pirotecnia mesmo no final, em que a canção atinge o seu auge. Quanto às vozes, já seria de esperar a sua competência ao vivo. O cenário está muito bonito, e faz continuidade à ideia do vento. Outro aspeto positivo é verificar que os intérpretes não se limitarão a estar alinhados a cantar… nota-se que irá haver aqui um movimento lógico em palco. A Arménia está no bom caminho para tentar igualar o sucesso do ano passado.



Depois do pouco que vi, fiquei com vontade de ver mais. Se até agora pouco conhecíamos da voz de Loic, fiquei sem dúvidas do seu talento. Os vocals vieram para complementar a performance, tanto a nível de coreografia como vocal (espero é que não abafem a voz do intérprete principal). E com a movimentação do cenário e as cores, parece-me que será uma boa transmissão da mensagem da canção. Creio que com uns ótimos planos de câmera será uma atuação muito bem conseguida. E espero ver a Bélgica de regresso à final.



Não sei se Trijntje se está a poupar para os próximos ensaios, mas hoje nem se mexeu. A música pede balanço, e ela já o fez em atuações anteriores. Certo é que naquele vestido ela mal se pode mexer (corre o risco de se ver mais do que é suposto). Contudo, vejo que estão a trabalhar bem nos planos de câmera e na harmonia dos vocals. O que menos gostei foi do cenário, pois esperava algo diferente, mais original e geométrico. A voz da intérprete continua muito segura, e vejo que introduziu umas novas notas à canção, o que é muito positivo, uma vez que poderá tirar alguma monotonia que a melodia apresenta, para além de evidenciar mais o poder vocal, claro. Esperemos para ver o resultado final. Contudo, não é uma apresentação que nos surpreenderá tanto como a Holanda no ano passado. 



Bem, não sei o que posso dizer mais sobre isto. Então a canção já tinha 1 minuto e qualquer coisa, já batia o recorde de canção mais curta em palco no ESC… agora passou para 85 segundos?! Eu li bem? De qualquer forma, sobre a atuação propriamente dita, não há muito a acrescentar. Conceito de banda, postura em palco continua a mesma, voz sem alterações. Às vezes chego a pensar que a música ficaria melhor apenas com instrumental, é que os rapazes até que não tocam mal! Haja algum jogo de luzes e fumo para dinamizar um bocadinho a coisa. Ainda não sei o que a Europa vai pensar disto. Para mim, continuam a ocupar o último lugar. 



Nunca gostei muito desta canção. Mas agora, ao ver o ensaio, o que acho que gosto menos é mesmo a voz da intérprete. Sim, eu sei que é uma grande voz (supostamente), com grande extensão vocal, e tudo mais. Mas, ao vivo, sempre me soou a uma voz inconstante e aqui, um pouco apagada, sem vida. Quanto ao resto não está mal: o piano a acompanhar, o cenário lindíssimo e todo o movimento que ele transmite. Em tons de azul, a cor do ar, do respirar, e aquela ideia da roda gigante (ou pelo menos da tentativa de fazer parecer), em constante rotação, remete-nos para o tema da canção e ajuda a tornar a performance mais intensa. Reconheço o esforço, mas esta continua, para mim, a ser a proposta mais fraca da Grécia dos últimos anos. 



Quanto a este ensaio, nada me surpreendeu, já esperava que fosse fantástico. Prevejo que a transmissão não será a preto e branco, uma vez que no cenário já predominam estas duas cores, dando a ideia de escuridão, da cidade à noite, já na sequência do vídeo clip e da temática da canção. Isso será um ponto positivo, uma vez que se mantém a linha clássica do tema, dada a indumentária, e ao mesmo tempo dá um ar mais moderno, não exageradamente antiquado. As vozes de Stig e Elina continuam boas, ajustadas e com ligação. No geral, não ocorreram grandes mudanças, mas penso que não seriam necessárias, uma vez que a apresentação faz jus ao tema. Eu sou um pouco suspeita porque adoro esta proposta e confio mesmo que fique bem posicionada. 



Daniel precisava, de facto, de estar acompanhado em palco. Ainda não compreendi muito bem a lógica da coreografia e até senti ali momentos de descoordenação, mas ainda bem que existe este movimento em palco. O cenário está exuberante, com linhas clássicas e arquitetónicas, e com a presença obrigatória das folhas no outono. Outro aspeto a melhorar será a voz. Claro que como não assistimos à atuação completa não conseguimos ter uma boa preceção, mas pareceu-me também haver aqui algum desalinhamento. Esta não será uma canção que marque o telespectador, e provavelmente ficará na semifinal. Contudo, espero melhorias no segundo ensaio e uma performance razoavelmente bem conseguida.  

Melhor ensaio do dia: Estónia/Arménia
Pior ensaio do dia: Finlândia

Vídeos: Eurovision.tv
11/05/2015

2 comentários:

  1. Bem, o ensaio da Estonia foi tudo menos "Fantástico" x/

    ResponderEliminar
  2. Sobre estes comentários:

    Gostava que os comentadores tivessem mais imparciais, o ensaio da Estónia que trouxe de novo? estiveram quietos um fundo bonito mas nada comparando com o fundo da macedónia. que gostam da música já tinhamos percebido na crónica "opiniões musicais"

    Uma dúvida, a actuação grega eu percebi que os gregos queriam mostrar a menina ou iris e tenho serias duvidas se será uma "roda gigante"

    ResponderEliminar


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.