Opiniões Musicais - ESC 2015: Letónia, Azerbaijão, Islândia, Suécia e Suíça




AMINATA - "LOVE INJECTED"


Luís Sousa & Vânia Fernandes: Uma escolha muito interessante da Letónia, que na verdade faz lembrar a artista FKA twigs. É uma canção electrónica experimental, muito diferente de todas as outras canções. Aminata tem um timbre lindíssimo, sobretudo nas partes que apresenta um registo mais suave e calmo. Nas partes mais agudas da canção Aminata pode ainda melhorar muito a sua prestação vocal. Este tema tem muita substância artística e pode surpreender tudo e todos. 

Ricardo Soler: Wow. É possivelmente a minha favorita! É perfeita em todos os aspectos e não contava nada com este tipo de canção vindo da Letónia! Está muitos furos à frente da maioria das canções deste ano, e espero que a Europa vote de forma justa.

Suzy: O tema da Letónia é brutal. A voz desta cantora é excepcional, tem um poder vocal e uma extensão vocal enorme. É um tema diferenciador de todos os temas apresentados este ano na Eurovisão 2015. Por isso mesmo, por ser um tema diferente, arrojado, alternativo, moderno de certa maneira comercial para passar nas rádios e por ir um pouco contra o estereótipo dos tema apresentado na Eurovisão.




ELNUR HUSEYNOV - "HOUR OF THE WOLF"


Luís Sousa & Vânia Fernandes: Foram muitas as vezes que nos cruzámos com Elnur na entrada no palco da Eurovisão em Belgrado em 2008, e é muito interessante ver a balada que traz este ano. Elnur é um excelente cantor, com uma extensão vocal muito rica. É um cantor muito competente e interpreta o tema de uma forma muito precisa, dando ao mesmo o que ele precisa. A orquestração não nos faz recordar o Azerbaijão e podia ainda ser mais forte do que é, mas pode levar o seu país à vitória com a sua excelente capacidade vocal e com os coros fortes e presentes. 

Ricardo Soler: Esta é a minha participação favorita de sempre do Azerbaijão. Que canção! Fiquei fã e já a canto de vez em quando. Só gostava que, quando o inglês dos intérpretes não fosse bom, que estes cantassem na língua materna... Só os favorecia.

Suzy: Elnur tem uma voz espetacular, uma voz cheia com uma grande extensão vocal, os seus falsetes são surpreendentes - mas, mais uma vez, temos uma balada, que, em termos de linha melódica, está muito bem conseguida. No entanto na parte crescente do tema, acho que é previsível e não foi muito bem conseguida.



MARÍA ÓLAFS - "UNBROKEN"


Luís Sousa & Vânia Fernandes: Parece que este ano a Islândia veio para ganhar o evento. Presenteou-nos com um tema muito forte e muito “orelhudo”, fica muito no ouvido. Pelo vídeo da música Maria faz-nos lembrar um pouco Emellie de Forest, embora pareça ter uma capacidade vocal superior e uma expressão corporal mais forte. Maria é uma excelente cantora e dá ao tema exatamente o que o mesmo pede - e parece ser muito jovem, fresca e querida. A orquestração não nos remete para a Islândia, mas é sem dúvida uma canção pop muito bem concebida e forte. O poema do tema está muito bem feito para o género de canção. Este tema pode muito bem ser o vencedor do evento, não nos surpreenderia que isso acontecesse. Mesmo que não vença é um tipo de tema que podia perfeitamente estar nas rádios. 

Ricardo Soler: Uma balada poderosa, bem cantada e até interessante - mas a roçar demasiado à excelente "Only Teardrops". Ponto positivo para a coordenação entre a intérprete e as bailarinas. 

Suzy: Gosto muito do tema da Islândia, tem uma batida agradável, vai captar a atenção do público, especialmente pela voz desta excelente cantora, que tem uma grande extensão vocal e que se enquadra bastante bem neste tema.



MANS ZELMERLOW - "HEROES"


Luís Sousa & Vânia Fernandes: Mal ouvimos o início deste tema lembrou-nos o início do tema “Nothing Left to Say”, interpretado pela Aurea. É um típico tema pop, bem concebido e muito orelhudo, com muitas influências da música pop ("Heaven" de Emeli Sande, por ex.) e eletrónica atual. O tema fica facilmente no ouvido e tem uma orquestração forte, o que pode ajudar o país a alcançar uma boa posição. Pelo facto de a Suécia presentear-nos sempre com temas ligados à música pop e eletrónica não conseguimos ter a perceção se são apenas esses os géneros musicais produzidos no país, o que é pena. 

Ricardo Soler: É uma canção incrível com um refrão que não nos larga. Uma encenação extraordinária. Um intérprete que cumpre sem falhas, mas também sem ser espetacular. Podia ser isto tudo... Mas infelizmente também é uma cópia descarada de uma canção de David Guetta, o que faz com que não seja uma das minhas favoritas.

Suzy: O tema é muito díspar do tema de 2014. É interessante, tem um refrão bastante orelhudo. Não vai obter uma classificação tão boa como a do ano passado.



MÉLANIE RENÉ - "TIME TO SHINE"


Luís Sousa & Vânia Fernandes: Mélanie é uma boa cantora, mas o tema não parece ser o melhor que poderia ser. Em alguns momentos do tema a orquestração é algo antiquada e a intérprete é engolida pela mesma. Também os coros poderiam ser melhorados, em certos momentos não estão a fazer o melhor trabalho que poderiam estar a fazer. O inglês da intérprete também poderia ser melhorado, e o poema do tema é algo cliché. Infelizmente não nos parece ser o melhor tema e não aparenta ser uma canção para ganhar o evento. 

Ricardo Soler: Letra cheia de lugares comuns. Instrumental com bastante qualidade. Intérprete que cumpre mas sem brilho. Volto a insistir na tecla da língua: se a Sr.ª D.ª Mélanie René é do cantão francês da Suíça, para que é que está a cantar em inglês?

Suzy: Não sei se vai ser suficiente para a Eurovisão 2015. Este ano o concurso está com temas muito pouco surpreendentes, e a Suíça está nesse grupo de músicas. É um tema agradável, tema pop, que se ouve bem, mas não captou a minha atenção.



Vídeos: Eurovision.tv e Melodifestivalen 2015
04/05/2015

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.