Rússia: Polina Gagarina acusada de trair a pátria após tirar fotografia com Conchita Wurst


Polina Gagarina, a representante russa de 2015 no Festival Eurovisão da Canção 2015, foi acusada de traição à pátria pelo político Vitaly Milonov, após colocar um vídeo no seu instagram oficial, onde abraça Conchita Wurst.

A artista, que sempre assumiu ter apreço pela vencedora do ESC 2014, é acusada por este político, responsável pela propaganda anti-gay e de várias leis homofóbicas no país, de ser uma “traidora à pátria” por ter beijado Polina, adiantando também que os resultados do festival “são falsificados”  e que “o vencedor do ESC não tem nenhuma relação com o talento.” O mesmo acusou ainda Conchita Wurst de ser “um pervertido mentalmente doente”. 

A Rússia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1994 e já ganhou uma vez: em 2008, com Dima Bilan e a canção “Believe”. Em 2015 o país foi representado por Polina Gagarina e a canção “A million voices”, alcançando o 2º lugar na final com um total de 303 pontos.

Assista aqui à actuação da Rússia no ESC 2015:


Fonte: ESCPortugal/ Imagem: mirror.com.uk /Vídeo: eurovision.tv
08/06/2015

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.