Malta: PBS falida?


O ex-secretário geral do Partido Trabalhista e presidente da One Productions Jason Micallef distanciou-se da "euforia" expressa pela emissora maltesa Public Broadcasting Service (PBS) após ter sido confirmada como a estação mais popular da ilha. Jason referiu que a PBS é uma empresa falida.

Escrevendo na sua página no Facebook, o presidente do Valletta 18 referiu que a PBS está a ostentar que tem o dobro dos espectadores da TV ONE, mas que a emissora é subsidiada em 3.500.000 euros por ano, com dinheiro dos contribuintes e tem uma dívida acumulada de 14 milhões de euros - "Eu realmente não consigo compreender esta euforia".

Jason também criticou os media por não informarem sobre a situação financeira precária da PBS, que está "completamente falida".

Esta não é a primeira vez que Micallef criticou a PBS. Em maio passado, este foi muito crítico em relação à participação de Malta no Festival Eurovisão da Canção após o país não ter conseguido alcançar a final.

Fonte/Imagem: Malta Independent
12/09/2015

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.