[CE]: comentários às canções do JESC 2015


Bielorrússia - "Volshebstvo"


Avaliação: 6/10

A Bielorrússia apresenta este ano um tema um tanto ou quanto "maduro". Se em outros concursos isso joga pela positiva, no Festival Eurovisão da Canção Júnior pode representar o contrário. Apesar disso, destaco as capacidades visíveis do intérprete, a projeção da voz do mesmo e a intensidade dada à canção. Uma melodia interessante e um instrumental que saliento como um dos pontos fortes e distintivos da canção.


Arménia - "Love"


Avaliação: 7/10

A Arménia vem trazer toda a alegria ao Festival. Com um tema bastante dançável, quase que me leva a afirmar que se trata de um convite a um pé de dança. A descontração com que o intérprete nos brinda é fascinante e, ao mesmo tempo, torna-se o ponto alto de toda a interpretação. Os movimentos, as cores, os coros e toda a envoltura fazem desta representação uma representação forte e adatada ao concordo em si.


Sérvia - "Lenina Pesma"


Avaliação: 8.5/10

Este é um dos meus temas favoritos deste ano. Sempre que ouço a pequena Lena, confesso-vos que fico arrepiado. Apesar da sua tenra idade, sente-se a garra com que segura o tema, pode observar-se o sentimento que é depositado em cada palavra. Um exemplo de que a maturidade presente na canção pode adaptar-se ao concurso. Para isso, a melodia completa uma harmonia bastante cativante, um harmonia envolvente e que leva a um dos objectivos deste certame - musica de crianças e para crianças.


Geórgia - "Gabede"


Avaliação: 2/10

A Geórgia apresenta-se a concurso com um tema bastante fraco. Na minha opinião uma aposta pouco conseguida, que não trará bons resultados para o país. Um melodia muito repetitiva, a interpretação regular com tendência para o fraco. Os coros não vêm ajudar em nada, e a harmonia não é, de todo, bem conseguida. Esperava mais da Geórgia, espera outro tipo de aposta deste país. 


Austrália - "My Girls"


Avaliação: 8 /10

A Austrália jamais irá concorrer para ficar nos últimos lugares. O país estreia-se no certame com um tema bastante forte, com uma voz das mais maduras e das mais cativantes. Fechando os olhos, poderíamos estar a ouvir um tema a concurso no Festival Eurovisão da Canção. Apesar disso, a letra adequa-se muito bem ao JESC e a melodia facilmente será apreendida pelos pequenos jovens, que já procuram musicas menos infantis. 


Macedónia - "Plenteca" 


Avaliação: 2/10

A Macedónia apresenta-se com um dance pop bastante antiquado. Com uma sonoridade que nos remete para anos passados, este tema é um dos mais fracos deste ano - à semelhança do tema trazido pela Geórgia. As intérpretes, Ivana e Magdalena, não acrescentam muito a uma canção que, já por si, é bastante fraca. Quanto ao ritmo dançável, é o que destaco como o ponto mais forte de um tema que acredito que se classificará nas últimas posições. 


Holanda - "Milion Lights"  


Avaliação: 7/10

A Holanda este ano surge com um tema interessante. A intérprete tem uma voz um tanto ou quanto cativante e, com isso, dá o corpo necessário à canção. Com uma mensagem gira e com uma melodia muito soft, torna-se bastante audível e que nos faz carregar na opção "repeat". O piano vem complementar a harmonia do conjunto e, na minha opinião, é o ponto forte desta aposta. Acredito que ficará pelas posições centrais da tabela.


Ucrânia - "Pochny z sebe"  


Avaliação: 6.5/10

Com uma versão bilingue, acredito que o tema trazido pela Ucrânia se classifique num bom lugar. Gosto da audácia da intérprete, da forma como esta tenta agarra o tema. Por vezes, nota-se uma ligeira fraqueza em algumas notas - algo típico da idade. Espero mesmo com esta interpretação ser surpreendido. Com um rock ligeiro, a Anna destaca-se dos restantes temas. Agora é esperar para ver e acreditar que possam existir melhorias e ajustes, que permitam a interprete revelar ainda mais as suas capacidades e, consequentemente, despoletar as potencialidades da canção.


Rússia - "Mechta"  


Avaliação: 4/10

A canção trazida pela Rússia aposta na letra e na mensagem que pretende passar. Com uma voz regular, o tema acaba por cair um pouco na "normalidade" - fazendo com que não cause impacto, tanto positivo como negativo. É um dos temas que me causam maior apatia, não só pela melodia pouco trabalhada, como pela forma como é estruturada. Ao ouvir o tema russo, parece que já o tinha ouvido várias vezes na minha vida, em outras canções que fui ouvindo e esquecendo. 


Itália - "Viva"  


Avaliação: 5/10

A Itália brinda-nos com um tema que particularmente me agrada. Apostando em algumas partes em inglês, pormenorizadamente o tema é cantado na língua materna. Com uma letra que é um hino ao amor e à liberdade, leva-me a sorrir só de a ouvir. A voz das intérpretes adapta-se muito bem, e harmonicamente tudo se conjuga numa simbiose agradável. Esta é uma das canções que se enquadram muito bem no espírito do JESC, e que facilmente fica na cabeça. 


Malta - "Not My Soul"  


Avaliação: 9 /10

Com um tema soul, desprendido, dançável e com uma voz arrebatadora, o tema da Malta é o meu segundo favorito deste ano. A interprete é fascinante, com a pouca idade que tem, avizinha-se para Destiny um futuro brilhante. Uma melodia que nos remete para os disco sounds que ficaram na memória de miúdos e graúdos, e que se eternizam de geração para geração. Acredito que esta canção acabará por nos marcar, por nos fazer voltar a ouvi-la, hoje, amanhã e até mesmo depois. Uma potencial vencedora, na minha opinião. Ótima escolha, Malta!


Montenegro - "Oluja"  


Avaliação: 4 /10

O Montenegro, com a sua representação deste ano, não acrescenta nada de novo ao certame. "Oluja" torna-se um tema muito ouvido, com uma sonoridade que parece bastante familiar, e um tanto ou quanto minimalista. Ao ouvir esta canção, parece que não existiu uma evolução desde há anos, nem sequer quiserem arriscar. Apostaram simplesmente em "mais do mesmo", numa repetição constante, e a intérprete não tem margem para poder dar um pouco mais de si. Na minha opinião, ficará nas últimas posições.


Albânia - "Dambaje"  


Avaliação: 7.5 /10

Não sei o que se passa neste ano de 2015 com a Albânia. Se adorava a aposta deste país para o ESC, para o JESC, adoro! Uma intérprete bastante desprendida, um tema muito distinto dos outros, uma harmonia que nos remete para momentos bons e para sentimentos positivos. Gosto desta diferença trazida pela Albânia, este bom astral que tanto se adapta ao certame. Uma aposta que me agrada muito particularmente, e que acredito que agrade a muitos de vocês que gostem do JESC.


Eslovénia - "First Love" 


Avaliação: 9/10

Acredito piamente que Eslovénia seja a grade vencedora da edição de 2015 do JESC. Um pop muito bem conseguido, uma intérprete poderosa, uma letra que tantos jovens se irão rever, fazem com que o tema se torne um potencial vencedor. Gosto muito dos arranjos, dos tempos que são delineados em toda a estrutura da canção. É uma canção muito comercial, algo que eu vejo facilmente a ser vendido, a ser exportado, o que leva o país a ter tudo para conquistar o primeiro lugar. Particularmente, esta também será a minha escolha.


Bulgária - "Colors of Hope" 


Avaliação: 6 /10

A Bulgária que este ano "joga" em casa é o pais que mais se nota enraizada a sua cultura na melodia da canção. Uma sonoridade muito característica do pais em questão, uma harmonia bem conseguida e os coros acrescentam muito valor ao tema - no geral. Com uma mensagem interessante e com uma delicadeza na divulgação da mesma, o país traz consigo um tema subtil e demarcado. Comparado com o do ano passado, fica um pouco à quem das expectativas. Mas a Krisia é a Krisia, e o ano passado era a justa vencedora!


Irlanda - "Reálta na Mara"


Avaliação: 7 /10

Se no ano passado o canto lírico era-nos trazido pela Malta, este ano é a aposta da Irlanda. A intérprete, Aimee Banks, surge-nos com uma voz celestial, uma voz bastante translucida - capaz de nos arrepiar dos pés à cabeça. Pessoalmente, gosto muito do tema, gosto da letra, mas temo que aconteça o mesmo do que à Malta - um "balde de água fria", proveniente do estilo de música apresentado. Espero mesmo que este ano se faça justiça ao canto lírico. 


São Marino - "Mirror"


Avaliação: 5 /10

São Marino este ano surpreendeu-me pela positiva. Gosto da parte inicial da música, o refrão é o ponto fraco de todo o tema - sem qualquer dúvida. Como reforço, destaco que, o referido refrão, precisava de algo mais demarcado, algo mais forte, mas no geral está bem estruturado. Quanto à voz da pequena Kamilia nada existe a apontar, os coros melhoram toda a interpretação, mas acredito que fica a meio ou nas posições mais baixas da tabela.


Melhores canções: Eslovénia e Malta
Piores canções: Geórgia e Macedónia

Vídeos: JuniorEurovision
20/11/2015

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.