França: 280 propostas recebidas


A emissora francesa anunciou ter recebido um total de 280 canções para representarem o país no próximo Eurovision Song Contest.

Das 280 propostas recebidas, apenas uma terá o direito de voar até Estocolmo para representar o big-5 na Suécia. A diretora de entretenimento da France 2, Nathalie André, diz que provavelmente a proposta francesa deste ano terá um pouco de inglês. Segundo as regras, as canções teriam de ser pelo menos 80% em francês. Nathalie diz ainda que há três ou quatro canções de que gostaram bastante. A escolha dos representantes franceses será feita internamente a partir do lote de canções recebidas.

Entretanto foi também anunciado que, pela primeira vez desde que foi instaurado o sistema de duas semifinais, a televisão francesa irá transmitir ambas. Até à data a emissora transmitia apenas aquela em que o país votava.

A França estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1956 e já ganhou cinco vezes: em 1958, com André Claveau e a canção "Dors, mon amour", em 1960, com Jacqueline Boyer e a canção "Tom Pillibi", em 1962, com Isabelle Aubret e a canção "Un premier amour", em 1969, com Frida Boccara e a canção "Un jour, un enfant", e em 1977, com Marie Myriam e a canção "L'oiseau et l'enfant". Em 2015 o país foi representado por Lisa Angell e a canção "N’oubliez pas", alcançando o 25º lugar na final com um total de 4 pontos.

Recorde "N'oubliez pas":


01/12/2015
Fonte/Imagem: esctoday/Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.