Hungria: conheça os apurados deste sábado no A Dal


Decorreu este sábado a segunda eliminatória do A Dal, seleção nacional húngara, e já são conhecidos mais seis semifinalistas.

Numa eliminatória em que o destaque principal era Kállay Saunders (que representou o país e 2014 com "Running"), a sua banda não desiludiu e junta-se a Freddie, Benji, Mushu, Egy Másik Zenekar, Reni Tolvai e ByTheWay. No sistema de voto da Hungria, os jurados escolhem 5 temas, e o público escolhe um último entre os que não foram escolhidos pelo júri.

Aqui fica a classificação completa:

 Kállay Saunders Band – Who we are (júri - 41 pontos)
André Vásáry – Why (júri - 39 pontos)
Gergő Oláh – Győz a jó (júri - 39 pontos)
Laci Gáspár – Love and bass (júri - 37 pontos)
Karmapolis & Böbe Szécsi – Hold on to (júri - 36 pontos)
Passed – Driftin’ (público - 34 pontos)
Anna Patai – Colors (32 pontos)
Maszkura és a Tücsökraj – Kinek sírjam (32 pontos)
Group’n’Swing – Szeretni fáj (31 pontos)
C.E.T. – Free (27 pontos)

A Hungria estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1994 e o seu melhor resultado é um quarto lugar: em 1994, com Friderika Bayer e a canção "Kinek mondjam el vétkeimet?". Em 2014 o país foi representado por Boggie e a canção "Wars for nothing", alcançando o 20º lugar na final com um total de 19 pontos.

Recorde "Running":


Vídeo: eurovision.tv
30/01/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.