Malta: provável mudança de canção para o ESC 2016


O Eurovision.tv revelou que é provável que a canção vencedora da seleção nacional de Malta "Chamaleon", interpretada por Ira Losco, seja mudada. 

A partir de hoje, um júri especializado, representado por dez países diferentes, irá avaliar todas as canções que Ira Losco propôs. Dentro destas, existem canções completamente novas e nunca lançadas, mas também uma nova versão de "Chamaleon". O objectivo é apurar a melhor canção para obter, também, um melhor resultado na Eurovisão. Após o fim deste processo, a canção vencedora será revelada.

A emissora nacional Public Broadcasting Services (PBS) juntamente com os organizadores do evento e o supervisor da UER confirmaram que, este ano, a Malta tencionava dar ao mundo eurovisivo um bom artista e não só uma boa canção. Desta forma, a equipa nacional não descartou a hipótese de alteração do tema, tendo em visto o alcance da vitória em Estocolmo.

Malta estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1971 e o seu melhor resultado é um segundo lugar por duas vezes: em 2002, com Ira Losco e a canção “7th Wonder”, e em 2005, com Chiara e a canção “Angel”. Em 2015 o país foi representado por Amber e a canção “Warrior”, alcançando o 11º lugar na semifinal com um total de 43 pontos.

Oiça e veja a "Chamaleon":


Fonte: eurovision.tv//Vídeo: eurovisionfest
20/02/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.