E Foi Por Pouco... 4: Alda Dís, Alesio Bernabei, Catalepsia, Gájer Bálint e The Hardkiss



GÁJER BÁLINT – SPEED BUMP
 8.º lugar no Heat 2 do A Dal

Música: Gájer Balint já não é nenhum desconhecido no A Dal e já no ano passado tinha apresentado uma canção dentro deste género. Apesar de considerarmos este “Speed Bump” mais fraco do que “That’s how it goes”, não deixaria de ser um lufada de ar fresco numa Eurovisão que se torna cada vez mais mono-estilística a nível musical. Este “Speed Bump” é um jazz moderno a fazer lembrar um Michael Bublé numa versão uma pouco mais fraca.

Apresentação: O que faltava à música para conquistar o público é ganho com a atuação. O cantor não é lá grande coisa no que à dança diz respeito, mas a verdade é que a atuação elaborada nos faz querer dançar e nos diverte. Uma das melhores (senão mesmo a  melhor) atuações do A Dal deste ano. Custa-nos a crer que o júri lhe deu uma pontuação tão baixa deixando-a de fora da final. 

Comparação com a vencedora: É mais que óbvio que "Pionner" foi a melhor escolha que a Hungria podia ter feito já que lhes vai trazer um excelente resultado. Este "Speed Bump" não deixaria de ser uma boa escolha e acabaria por dar algo de novo ao ESC, mas seria também arriscado apostar num género musical que não costumamos ver no festival.

Pontuação: 8 pontos

Veja [AQUI] a atuação no A Dal.





ALDA DÍS – NOW
2º lugar no Söngvakeppnin 

Música: "Now", apesar de ser uma música bastante calma, dentro das tradicionais baladas que se vão apresentando no Festival Eurovisão da Canção 2016, apresenta-se como uma canção forte e cativante. Contudo, temos que admitir que as semelhanças com os temas da Disney são inegáveis. O tema destacar-se-ia no concurso podendo, na nossa opinião, ter sido um dos candidatos à vitória.

Apresentação: O tema perde neste aspeto. À medida que vamos vendo a performance de Alda sentimos que falta ali algum tipo de dança, falta movimento, faltam bailarinos. Contudo, por alguma razão, faz-nos lembrar Emmelie De Forest (talvez por cantarem as duas descalças).

Comparação com a vencedora: Gostamos mais do tema de Alda do que o tema vencedor "Hear Them Calling" de Greta Salóme, este parece-me uma mistura entre ‘Euphoria’ e ‘Heroes’, não levará nada de novo ao festival e por isso não prevemos um grande resultado para o tema. Pensamos que "Now" teria um melhor destino.

Pontuação: 8 pontos





ALESSIO BERNABEI  – NOI SIAMO INFINITO
14º lugar no Sanremo 

Música: "Noi Siamo Infinito" apresenta-se como uma música pop, ritmo dance. É uma música que nos remete ao Verão, com ritmos muito festivos. Gostámos imenso, fez-nos vibrar completamente, tem um ritmo bastante moderno e enquadra-se perfeitamente na vertente entreteiner da Eurovisão. A letra e o ritmo estão em perfeita harmonia. Em termos vocais também nos deparámos com um ponto positivo, já que Alessio esteve muito bem vocalmente.

Apresentação: Foi uma boa apresentação. Alessio atuou com muita energia, como a própria música pedia. No entanto, não houve nenhum ponto alto, não houve nada de novo, nada que destacasse a apresentação e este é talvez o ponto negativo. As luzes deveriam ser mais intensas. No entanto, foi das atuações do Sanremo 2016 com mais energia.

Comparação com a vencedora: Relativamente ao tema vencedor do Sanremo 2016, "Un Giorno Mi Dirai" de Stadio, "Noi Siamo Infinito" é um tema mais moderno, mais apelativo, mais divertido, e fazia mais facilmente o público vibrar. Comparativamente ao tema que vai representar Itália no ESC 2016, "Nessun Grado Di Separazione" de Francesca Michielin, o tema de Alessio daria, indubitavelmente, muito mais à Eurovisão. É um tema com ritmos muito mais frescos, mais alegres, com uma mensagem, a nosso ver, mais forte. “Noi Siamo Infinito” teria muito mais sucesso na Eurovisão.

Pontuação: 10 pontos





CATALEPSIA - DAMNATION
2º lugar no Supernova

Música: “Damnation” é uma canção bastante sombria, que nos faz lembrar em grande parte dos “monstros” que representaram a Finlândia em 2006, levando o país à vitória. É uma canção, na nossa opinião, bastante monótona onde o refrão não ganha maior relevo entre o resto da música, sendo por isso difícil fazer um distinção clara entre os diferentes componentes do tema.

Apresentação: O tema perde neste aspeto. À medida que vamos vendo a performance dos Catalepsia sentimos que é uma atuação bastante vazia, falta algo para completar o “negro” da canção. 

Comparação com a vencedora: Não há comparação possível! “Heartbeat” de Justs vai ser uma canção que vai ser muito bem recebida pelo público eurovisivo, enquanto que “Damnation” poderia ter uma receção diferente por marcar também pela diferença.

Pontuação: 8 pontos





THE HARDKISS - HELPLESS
2.º lugar na Final Nacional Ucraniana

Música: Amámos a música. Simplesmente brilhante. “Helpless” seria a escolha ucraniana perfeita para a Eurovisão. Um rock com muito carisma, com muita alma. Um tema muito original que nos leva a outra dimensão. Conseguimos sentir todas as palavras. A letra, a música e a voz da artista fizeram a sintonia perfeita. 

Apresentação: Na realidade não houve muita originalidade na forma como foi apresentado o tema, no entanto, foi uma apresentação forte, por toda a conjuntura, pela consistência da banda, pela força da música, que só por si, tornava a atuação especial.  

Comparação com a vencedora: A vencedora “1944” de Jamala, apesar de ser um tema marcante devido à mensagem que pretende passar, “Helpless” daria muito mais à Eurovisão, por ser um tema mais atual, moderno e pela força incrível de todo o grupo no palco.

Pontuação: 6 pontos



Vídeos: TV2 Magyarország, Sora Cookie Esc, Eurovision Song Contest's Videos e Warner Music Italy
02/03/2016

Design feito por:

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.