[Especial] CE - 5 anos: os melhores momentos para a equipa


É com enorme orgulho que podemos dizer que o Crónicas de Eurofestivais faz hoje 5 anos de vida. Desde início que nos quisemos demarcar de outros blogues ou sites eurovisivos, portugueses ou internacionais. Mas além de nos auto-intitularmos como diferentes e independentes, o que consideramos ainda mais importante é termos uma equipa fantástica, que faz de tudo para que o leitor não perca nada sobre a Eurovisão. 

Vários dados:

130 crónicas: [AQUI] [AQUI].
60 entrevistas: [AQUI].
37 rubricas: [AQUI].
Presenças em diversos eventos, como Eurovision In Concert 2013, Eurovision Live Concert 2012, 2013, 2014 e 2015, Eurovision's Greatest Hits, Festival Eurovisão da Canção 2015, Festival da Canção 2014 e 2015, IX Congresso da OGAE Espanha, e muito mais...: [AQUI].
Quase perto de um milhão de visitas, em apenas 5 anos!

Este ano, quisemos apresentar aos nossos leitores os momentos preferidos de cada elemento da equipa, ao longo destes 5 anos! 

Muito obrigado por este quinto ano! Porque... a opinião também conta!



DIOGO CANUDO


Leiam a notícia: [AQUI]! 

Talvez muitos não se recordem, mas esta notícia sobre a Soluna Samay é a mais lida de sempre do Crónicas de Eurofestivais. E, durante quase dois anos, todas as semanas estava presente no TOP10 das publicações mais lidas. Ninguém ainda percebe o porquê, porque é simplesmente uma notícia como tantas outras; no entanto, enquanto equipa, e nas inúmeras reuniões que tínhamos e temos, fartávamos de falar e de rir sobre este acontecimento estranho e até raro. Isto aconteceu ainda no primeiro ano do CE, e foi muito bom para juntos nos fortificarmos e deu-nos um incentivo para fazermos mais e melhor. Bons tempos que nunca mais regressam. E como é tão bom relembrar o início do Crónicas de Eurofestivais…


JESSICA MENDES


Vejam a iniciativa: [AQUI]!

Não sou uma das fundadoras do CE, mas já faço parte da “mobília”. Destes cinco anos podia destacar muitas coisas: as várias rubricas que fiz sozinha ou acom panhada, as entrevistas que fiz a pessoas que admiro bastante ou os comentários aos FCs e ESCs, mas há uma rubrica que me marcou mais que as restantes. “As cusquices da Dona Gertrudes” foi aquela que mais prazer me deu fazer e também mais trabalho, já que tinha sempre imensas notícias para comentar. Maioritariamente, gostei de a fazer devido ao feitio da personagem, que criticava tudo e mais alguma coisa (e os meus amigos dizem que eu sou assim mesmo) e também porque tinha a oportunidade de comentar tudo aquilo que se passava no mundo eurovisivo. E o comentário não é algo que podemos fazer todos os dias quando temos de nos limitar a dar as notícias de uma forma imparcial. Cheguei até a dizer mal de canções que adorava.


CAROLINA PINTO


Vejam uma das publicações da iniciativa: [AQUI]!

Um acontecimento que marcou a minha curta vida no CE foi o “Especial de Natal”, onde fizemos uma pequena viagem sobre a alguns países eurovisivos durante a época natalícia, e mostrámos como é vivida esta época nesses mesmos países. No fim, colocámos vídeos natalícios sobre um artista eurovisivo desses mesmos países. Este acontecimento marcou-me, primeiramente, por ser o primeiro especial que fiz em conjunto com a família CE, gostei muito, porque trabalhámos em equipa. Depois, por ser a minha época favorita do ano, não pelo seu caráter festivo mas por fazer com que as famílias se unam, pessoas se perdoem, em que o amor entra nas nossas casas. Foi também importante para mim pelo conhecimento que adquiri relativamente às tradições natalícias dos países. Apesar de estar no CE há pouco tempo, sinto que já faço parte da mobília. Realmente somos mais que o rosto de um blogue, somos uma família, sabemos que estaremos lá sempre uns para os outros. É bom estar aqui. Parabéns ao CE e aos cinco aninhos de sucessos e lacrações!


CATARINA GOUVEIA


Vejam a iniciativa: [AQUI]!

Escolher um momento de 5 anos, mesmo que só faça parte do projeto há 3 é uma tarefa dificílima, pois foram anos de constante evolução, de pessoas que vieram e foram e de muitas emoções. Por achar que a evolução é das coisas mais importantes num projeto como este é que decidi mencionar a primeira rubrica que fiz a solo para o CE, que continua a ser um dos trabalhos que mais prazer me deu: ¿Por qué no te callas? Foi uma rubrica muito desafiante, pois para além de estar a solo pela primeira vez implicou algum trabalho de pesquisa acerca do tão amado mexerico e drama eurovisivo, que trouxe ao leitor uma visão mais cor-de-rosa e descontraída sobre o festival. Para além disso pude manifestar a minha honesta opinião sobre isso, que sempre foi o nosso mote e que nos diferenciou de todos os outros. Obrigada ao CE por ser sempre aquele cantinho onde posso fazer aquilo que amo sobre aquilo de que gosto. Muitos parabéns a nós e venham mais cinco!


PEDRO EMÍDIO


Leiam a crónica: [AQUI]!

Ao longo dos meses em que estou a colaborar para o CE o trabalho que mais gostei de realizar foi a crónica: "Passado um ano continuamos à espera das canções'. Este trabalho permitiu-me, em primeiro lugar, falar sobre o Festival da Canção, que é uma das minhas temáticas favoritas, e, para além disso, o facto de ser uma crónica permite demonstrar o meu género de escrita de uma forma mais clara do que as notícias.


MARIA SILVA


Vejam uma das publicações da iniciativa: [AQUI]!

Sou umas das peças mais recentes do projeto. Um projeto que considero inovador e que consegue ser diferente graças ao esforço de toda a equipa. Estou nesta família desde outubro, e entre todas as actividades que temos realizado, a que mais me concretizou e realizou enquanto amante do Festival Eurovisão da Canção e enquanto Jornalist Wannabe foi o "E foi por Pouco...4", uma rubrica que nos permite avaliar o "mundo da eurovisão" e sobretudo desenvolver a nossa capacidade de escrita. Tenho apenas 18 anos (quase 19) mas sinto que cresci imenso ao pertencer a esta família que apesar de não se conhecer pessoalmente, se apoia de forma incondicional. Quero agradecer a toda a equipa por todo o apoio e que venham mais 500 anos! Because...We are The Heroes of our Time. 



ANDRÉ SOUSA


Leiam a notícia: [AQUI]!

De tantos momentos bem vividos neste projecto que une pessoas tão diferentes com gostos tão semelhantes, é complicado escolher um só momento que me tenha marcado, que me tenha ficado guardado para o resto da vida. Desde a minha entrada que passei a conhecer ainda mais deste Mundo que é a Eurovisão. E como tenho de escolher algo para destacar, destaco uma notícia que fiz, naquela altura em que fazia notícias, e que passou pelo reconhecimento e partilha da própria artista. Refiro-me a uma notícia que escrevi sobre existirem jurados a atribuir a pontuação máxima à canção portuguesa no ano de 2015. Não sei como, mas em pouco tempo esta notícia conquistou milhares de visualizações e, com isto, tornou-se numa das notícias mais visualizadas que tive o gosto de escrever para o Crónicas.


CLÁUDIA MATOS


Vejam a rubrica: [AQUI]!

Desde março de 2012 que faço parte deste projeto, tinha o CE um aninho de vida. Todas as iniciativas e todos os trabalhos inerentes ao Crónicas são especiais… ou não estaríamos a trabalhar em Eurovisão, em música! No entanto, “Grandes Palcos Eurovisivos” e “Em Cada Canção, uma Mensagem” foram as rubricas, no ponto de vista individual, que mais gostei de escrever, pela valorização que se atribui, hoje em dia, às performances em palco e às mensagens que as canções pretendem transmitir. Na vertente humorística confesso-me fã incondicional da Dona Gertrudes, que senhora tão amorosa e tão mal disposta com o mundo! Adoro-a e tenho imensas saudades! E obviamente, as apreciações musicais são sempre um momento alto entre os integrantes do CE. Os nossos leitores certamente se apercebem do caricato que é comentar uma canção e por vezes não saber se alguém partilha da mesma opinião ou leu os nossos pensamentos. É um privilégio escrever música, escrever cultura e partilhar Eurovisão. Parabéns, Crónicas de Eurofestivais! Venham muitos mais 5!

Imagens: eurovision.tv
15/03/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.