[Entrevista a Sandhja]: 'vou apostar na mesma energia e alegria em Estocolmo'



VERSÃO EM PORTUGUÊS


Sandhja Kuivalainen é uma cantora de 25 anos que irá representar a Finlândia na próxima ESC. Lançou o seu primeiro álbum em 2013 e prepara-se para lançar o segundo. Em fevereiro competiu no UMK, a final nacional finlandesa e venceu com a canção "Sing it away".

Como é que te tornaste cantora?

Sandhja: Sempre soube que queria ser artista. É estranho como é que uma criança de quatro anos pode estar tão certa do que quer fazer. Segui o meu sonho constantemente durante a minha vida; Canto desde criança e desde a adolescência que escrevo poemas que depois acabaram por se tornar em canções. Aos 18 anos conheci o meu produtor e comecei a fazer música profissionalmente. Fiz um acordo com a Sony há alguns anos e publiquei o meu primeiro álbum aos 23 anos. O meu segundo álbum será lançando do final de abril de 2016.


Quais são as tuas maiores influências musicais?

Sandhja: Sempre admirei mulheres fortes que cantam blues, soul e folk. Comecei desde criança a cantar maioritariamente gospel e soul. Artistas como as Aretha Franklin, Janis Joplin e Tracy Chapman são a minha inspiração.


Como é que tiveste a ideia de participar no UMK?

Sandhja: A ideia de participar veio do meu agente na Sony. Sempre fui apreensiva quanto a participar em competições musicais, por causa da minha sensibilidade. Mas desta vez senti que estava pronta para enfrentar o desafio que uma competição destas apresenta.


 Como é que te sentiste quando ganhaste o UMK?

Sandhja: Ao princípio nem queria acreditar, senti-me tão orgulhosa de mim e da minha equipa. Pareceu que todo o trabalho feito anos antes desta competição finalmente tinha valido a pena. Foi um dia muito emocional.


O próximo passo é Estocolmo. O que é que podemos esperar de ti lá?

Sandhja: Vou apostar na mesma energia e alegria em Estocolmo tal como no UMK. Vamos ter uma coreografia em que os backing vocals vão participar mais e, se possível, vamos divertir-nos mais.


Planeias alterar a tua canção de alguma forma?

Sandhja: Não haverá alterações, pelo menos para já.




Qual será a tua contribuição enquanto artista para a Eurovisão?

Sandhja: Quero levar felicidade às pessoas. Espero que a alegria e a união que temos em palco com as raparigas passe para os espetadores.


O que está por trás da tua canção? Sobre o que é que é?

Sandhja: “Sing it away” é uma canção sobre deixar os problemas para trás e subir ao topo. Fala sobre ajudar os amigos quando estes precisam e das propriedades curativas da música.


Lançaste o teu álbum de estreia “Gold” há alguns anos. Quando é que podemos esperar um segundo álbum? 

Sandhja: O meu segundo álbum, chamado “Freedom Venture”, vai ser lançado a 29 de abril. Estou muito entusiasmada com isso.


Qual é o teu maior sonho?

Sandhja: O meu maior sonho é poder fazer da música a minha carreira e expandir os meus talentos enquanto compositora e aprender sobre produção musical. No futuro gostava de ajudar outros artistas.


Podes contar-nos mais sobre os teus hobbies e como passas o teu tempo livre?

Sandhja: Adoro estar na natureza e passar tempo com os meus amigos. Gosto de sair e dançar para afro parties e ver bons concertos! O meu tempo livre consiste basicamente em música, dança, amigos e boa comida.


A tua mãe é indiana. Como é que isso influencia a tua música?

Sandhja: As minhas raízes indianas influenciam-me enquanto pessoa, o que afeta a minha música. Alguns ritmos e sons são diretamente influenciados, mas essa influência está maioritariamente na minha personalidade e não na minha música.

Oiça "Sing It Away":



ENGLISH VERSION


Sandhja Kuivalainen is 25 year old singer who will represent Finland in the upcoming Eurovision Song Contest. She released her first album in 2013 and is ready to release the second one. In february she competed in UMK, the finnish national final, and manage to win it with the song "Sing it away".

How did you end up being a musician? 

Sandhja: I have always known that I wanted to be an artist. It is strange to think how a 4-year old can be so sure of their career choice. I followed my dream consistently throughout my life; I was singing since I was a child and as a teenager I started to write poems that ultimately developed into songs. At 18 I met my producer and started making music professionally. I made a recording deal with Sony a couple of years later and published my debut album at the age of 23. My second album is going to be released at the end of April 2016.  


What are your biggest musical influences? 

Sandhja: I have always looked up to strong women singing blues, soul and folk. I started out as a child singing mainly gospel and old soul. Artists, such as Aretha Franklin, Janis Joplin and Tracy Chapman are my inspiration. 


How did the idea to participate in the UMK came to you? 

Sandhja: The idea to participate in UMK came from my A&R from Sony. I have always been apprehensive about participating in any kind of music competitions, because of my sensitivity. But this time I felt that I was ready to face the challenges that a competition like this presents. 


How did it feel like when you won the UMK in Finland? 

Sandhja: At first I couldn't believe it, I felt so proud of myself and my team. It felt like the hard work that had been done years prior to this competition was now paying off. It was a very emotional day!


The next step is Stockholm. What can we expect from you there?  

Sandhja: I'm bringing the same up-beat energy, laughter and joy on stage to Stockholm that what I had in UMK. We are going to have a more interactive coreography with the back-up singers and, if possible, even more fun ;)


Do you plan to make changes to your song?  

Sandhja: No changes are made to the song, at least at this point.




What will be your contribution as an artist to Eurovision? 

Sandhja: I want to bring happiness to the people. I hope that the joy and unity that we have on stage with the girls will resonate in the viewers at home and in the audience.


What is behind the song? What is it about? 

Sandhja: Sing It Away is a song about shedding away your troubles and rising to the top. It talks about helping a friend out in times of need and about the healing properties of music and singing.


You have released a debut album “Gold” few years ago, when can we expect a second album? 

Sandhja: My second album, called Freedom Venture, is scheduled to be released on the 29th of April. I'm so excited about it!


What is your biggest dream? 

Sandhja: My biggest dream is to be able to make music my main career and expand my talents as a songwriter and learn about music production. In the future I would like to help other up-and-coming artists in their journey.


Can you tell us more about your hobbies and how do you spend your free time?  

Sandhja: I love being in nature and spending time with my friends. I enjoy going out dancing to afro parties and going to see good gigs! My free time consists of mainly music, dancing, friends and good food.


You have an Indian-Guyanese mother. How did your exotic blood influence your music? 

Sandhja: My Indian roots have a huge influence in me as a person, which affects my music. Some rhythms and sounds are directly ethnically influenced, but mainly the influence lies in my personality and not in my music. 

Listen to "Sing It Away":


Nota: esta entrevista não foi realizada pela equipa do Crónicas de Eurofestivais; resulta, então, de um documento enviado pela delegação finlandesa com uma entrevista feita entre Sandhja e o seu agente. O Crónicas de Eurofestivais tem o direito de a publicar.

Imagens: wiwibloggs e esctoday/Vídeos: Eurovision Song Contest
27/04/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.