ESC 2016: comentários aos BIG 5 e país anfitrião


Hoje foi o dias dos países da segunda semifinal subirem ao palco do Festival Eurovisão da Canção 2016 para realizarem o seu primeiro ensaio para o evento. Desta forma, os fãs eurovisivos conseguiram ter assim acesso aos ensaios completos de cada país a concurso.



Comparando com a atuação na final alemã, nada ou quase nada se alterou - o que é uma pena. Porém, o background eurovisivo alemão é mais bem conseguido e requintado, o que dá um outro brilho a "Ghost". Nota-se, claramente, que Jamie-Lee joga com as câmaras, e com a sua beleza e estilo tenta captar a atenção da audiência. Os telespectadores vão estranhar a indumentária da cantora, mas ela irá responder com um sorriso, o que é uma boa forma de calar as más línguas. Todos os estilos têm de ser aceites na Eurovisão, quer se goste quer se não. Além disso, parabéns pela capacidade vocal da artista. Fantástico! Apesar destes aspectos positivos, o público não irá responder da mesma maneira, e Jamie Lee pode muito bem esperar pelo bottom 5. Quase ninguém irá entender a artista. Nem todos os bons artistas são bem entendidos...



Nota-se o esforço de Joe e Jake, no entanto, com uma música tão fraca, não há nada que os possa salvar. Tenho dúvidas em relação ao background escolhido, porque são partilhadas algumas fotografias dos próprios cantores. Ora, se quase ninguém os conhece, nem vão querer saber das fotografias para nada! Logo aí perdem um bom ponto visual para surpreenderem os telespectadores. Apesar disto, os rapazes têm uma boa capacidade vocal e uma à vontade caricata, se pensarmos na tenra idade que os mesmos têm. Mesmo assim, não prevejo um bom resultado para o Reino Unido, mais uma vez! 
           


Tenho sérias dificuldades em comentar algo que venha da parte de Frans. Talvez porque considere que ganhou a pior proposta do Melodifestivalen 2016 e que a Suécia, um país de que gosto imenso no concurso, deu um tiro nos pés. No entanto, "If I Were Sorry" segue as tendências musicais atuais, o que é um ponto positivo, e tem um refrão repetitivo e que fica na cabeça. Um ponto positivo é a empatia que Frans cria com as câmaras - apesar de o considerar muito maniento e imaturo. Apesar disto, a proposta fica arruinada quando Frans canta. A sua voz é bastante fraca, e nem mesmo numa música tão simples como esta a voz consegue destacar-se. Também, a atuação é bastante parada e não brilha. Em relação ao resultado final, e como acredito que as pitas dominam o mundo, prevejo um médio resultado para a Suécia - idêntico ao lugar de Robin em 2013. Caso não existissem as pitas neste mundo, ficaria em último.



Quando vi este ensaio, fiquei com pensamentos contraditórios. Odeio o background, muito ao estilo da boa samaritana, amiga da natureza, no entanto sei que tem a ver com a mensagem que a música pretende transmitir. Porém, e analisando o enorme talento que Francesca tem, acho que merecia algo que a fizesse brilhar ainda mais. No entanto, tenho de aplaudir a Itália pela enorme qualidade musical que tem habituado os fãs eurovisivos - a deste ano não é diferente. Francesca tem também uma ótima personalidade e uma excelente voz. Porém, e apesar destes aspectos positivos, sinto que falta algo mais para esta atuação se destacar. Se conseguir chegar ao top 15, é uma vitória.


           
Talvez não consiga abstrair-me do facto de odiar esta música, são gostos. E juro que também não entendo o hype que ela tem. Mas uma coisa é inegável: Barei está bem melhor que a final nacional espanhola. Nota-se claramente que estes meses foram de trabalho, e que ela não andou a brincar. Até a sua voz está mais segura e afinada! Também, além de estar um pouco mais controlada em palco apesar de divertida, foca-se mais com as câmaras e sabe explorar no seu todo o palco eurovisivo - o que é um grande ponto positivo. Já pensei que isto poderia ser o flop do ano, mas já nem sei. Barei não merece o bottom 5, de facto. Veremos...



Não percebo também o hype em relação a "J'ai Cherché". Não considero, de todo, uma proposta capaz de vencer a Eurovisão - porém, a França encontra-se no meu top 10 e oiço muito bem a canção. Em relação ao ensaio, esperava muito mais de Amir. O background não é assim nada de especial, e o palco torna-se bastante vazio só com Amir a atuar. Pontos positivos para a voz de Amir, que se encontra completamente segura, bem como a sua expressão corporal perante as câmaras. Apesar disto, penso que a França tem muito que aprender com a Rússia e a Ucrânia, que são claramente superiores favoritas.

Melhor ensaio do dia: Espanha
Pior ensaio do dia: Suécia

Videos: Eurovision Song Contest
08/05/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.