ESC 2016: figuras políticas russas apelam ao boicote no próximo ano


Vários senadores e personalidades russas acusam que a Rússia foi roubada, e propõem boicote do país no Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2017.

O tema "1944", dedicado ao tema da deportação do povo tártaro da Crimeia, ordenada pelo líder Josef Estaline aquando a 2ª Guerra Mundial, já está a criar polémica no leste europeu, nas redes sociais. O senador Frantz Klintservitch apelou ao boicote russo na próxima edição, afirmando que "não foi a cantora ucraniana Jamala e a sua canção que ganharam a Eurovisão 2016: Foi a política que ganhou à arte." 

Também, Konstantin Kossatchev, presidente do comité dos Negócios Estrangeiros, considera que se tratou da "vitória da geopolítica (...) e a Ucrânia acaba por perder com esta vitória. Aquilo que o país precisa, de uma forma vital, é de paz: mas o que ganhou foi a guerra."

Em contrapartida, o presidente ucraniano Petro Poroshenko saúda a vitória: "Sim! Uma prestação e uma vitória incríveis! Toda a Ucrânia te diz obrigada, Jamala!".

Fonte: escportugal.pt/Imagem: wikipedia.com
15/05/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.