ESC 2017: processo público para a escolha da sede?


De acordo com o jornal ucraniano Pravda, o primeiro ministro Volodymyr Groysman quer que o processo de seleção seja transparente para escolher que cidade deve receber o Festival Eurovisão da Canção (ESC) do próximo ano. 

O primeiro ministro ucraniano anunciou que gostaria de um processo de licitação para as cidades candidatas terem a mesma oportunidade de sediar a competição. Groysman também afirma que as pessoas na Ucrânia têm uma palavra a dizer quanto à escolha do local da competição que será realizada no próximo ano. A estação de televisão TCH, já realizou uma pesquisa pública entre o público ucraniano e a cidade de Lviv foi o claro vencedor para as 30 000 pessoas que deram a sua opinião.

Para se realizar a Eurovisão, o local precisa de ser capaz de lidar com um certo número de pessoas tal que a maioria instala-se na cidade antes do concurso. A cidade anfitriã precisa de o máximo de capacidade hoteleira e transporte público suficiente. De acordo com Taras Stetskiv, que trabalhava para a National Television Company of Ukraine (NTU)  no momento do ESC em 2005 que decorreu também na Ucrânia, Kiev é a única cidade que faz jus a todas as exigências da EBU: "Lviv, por exemplo, não pode ser pois não tem uma arena adequada".

Fonte/Imagem: escdaily.com
26/05/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.