Noruega: NRK introduz juri internacional no Melodi Grand Prix 2017


Após a Noruega ter falhado a grande final do Festival Eurovisão da Canção 2016 (ESC 2016) pela primeira vez desde 2011, a Norsk Rikskringkasting (NRK), emissora norueguesa, decidiu introduzir juri internacional no Melodi Grand Prix 2017 (MGP 2017), a seleção nacional. 

O produtor executivo do MGP, Stig Karlsen, afirmou: "Vamos convidar de 10 a 12 países para o Melodi Grand Prix norueguês, a fim de escolher a canção certa com a melhor chances de ser bem  aceite pelo público internacional.". Karlsen conclui: "Nós vamo-nos qualificar para a final e vencer. Se acontece em 2017, 2018 ou 2019, teremos de ver.". 

O presidente norueguês da OGAE, Morten Thomassen, também se pronunciou sobre o assunto afirmando: "Esta é a receita para o sucesso. Eu acredito que é uma boa ideia combinar o gosto norueguês com o gosto internacional e encontrar um denominador comum."

A Noruega estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1960 e já ganhou três vezes: em 1985, com Bobbysocks e a canção "La det swinge", em 1995, com Secret Garden e a canção "Nocturne", e em 2009, com Alexander Rybak e a canção "Fairytale". Em 2016 o país foi representado por Agnete e a canção "Icebreaker", alcançando o 13º lugar na segunda semifinal com um total de 63 pontos.

Recorde a representante norueguesa no ESC 2016 - Agnete e "Icebreaker": 


Fonte: esctoday.com/ Imagem: janelaesc.com/ Vídeo: Eurovision Song Contest
07/09/2016

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.