ESC 2018: Conselho Metropolitano do Porto vai apresentar disponibilidade


Emídio Sousa, presidente do Conselho Metropolitano do Porto, considera que o Europarque, em Santa Maria da Feira, tem condições para receber o Festival Eurovisão da Canção 2018.

Emídio Sousa defende que o Europarque deve ser considerado no processo de escolha do local para a realização do certame, já que "A Área Metropolitana do Porto, tendo um equipamento de excelência como o Europarque, localizado em Santa Maria da Feira, poderia vir a receber o festival da Eurovisão. Penso que com uma verba, talvez, inferior a 10 milhões de euros, seria possível realizar o evento". 

O presidente considera que o local reúne não só as condições necessárias para receber o evento como possui num raio de 30 quilómetros mais de oito mil quartos, o aeroporto e grandes linhas ferroviárias, o que coloca a Área Metropolitana do Porto em pé de igualdade com a Meo Arena, local que tem sido indicado para a realização do certame. Acrescentou que, apesar de os locais estarem em pé de igualdade, é uma boa altura para descentralizar os grandes eventos.

Por fim Emídio Sousa falou que é possível fazer um festival no Europarque respeitando o orçamento a que a Radio e Televisão de Portugal (RTP) se propõe e que por isso farão chegar a sua disponibilidade à emissora. 

Fonte/Imagem: ESCPortugal




Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.