ESC 2017: emissora nacional ucraniana será multada pela EBU


Devido à forma como a UA:PBC, emissora nacional ucraniana, organizou e lidou o concurso, deverá ser multada pela União Europeia de Radiodifusão (EBU).

Reuters, uma agência de notícias britânica, reportou que o grupo de direção da EBU decidiu impôr uma multa à UA:PBC pelos atrasos na organização do evento e pela falta de cooperação em relação à participação da Rússia. Num comunicado, a EBU afirmou que isto ameaçou a reputação do Festival Eurovisão da Cançâo (ESC), e que a atenção desviou-se do concurso em si.

O valor da multa não foi revelado à emissora ucraniana, e não foi comentado se a Rússia irá também ser multada devido às ações que tomaram no desenvolvimento do Festival Eurovisão da Canção

Mr Frank-Dieter Freiling, presidente do Grupo de Referência da EBU, afirmou em Maio, que tanto a Rússia como a Ucrânia iriam ter sanções, e explicou o porquê de ambos os países sofrerem essas consequências, sendo que, a UA:PBC, ao não permitir que Yulia Samoilova participasse violou as regras, o Channel One, emissora russa, não compareceu nas reuniões obrigatórias antes do concuso, e o facto de terem selecionado uma cantora que violou as leis ucranianas ao ter viajado para a Crimeia sem autorização da Ucrânia, e por não terem transmitido o festival, o que poderia resultar no castigo máximo, o afastamento do concurso durante três anos, mas o Grupo de Refêrencia, optou apenas por emitir uma reprimenda.

Apesar do afastamento em 2017, o Channel One, emissora nacional russa, afirmou que Yulia Samoilova representaria a Rússia no Festival Eurovisão da Canção 2018, que será realizado em Portugal. 

Fonte/Imagem: eurovoix, escdaily



Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.