ESC 2017: emissora ucraniana tenta reaver o fundo de garantia exigido pela EBU


Foi confirmado ontem que o fundo de garantia de 15 milhões de euros que a emissora ucraniana transferiu para a European Broadcasting Union (EBU), na eventualidade de não conseguir sediar o evento, está congelado em Genebra, Suíça.

A emissora ucraniana, Zurab Alasania, anunciou estar a tomar medidas legais para que seja devolvido o fundo de garantia. Uma equipa de advogados foi contratada para, em palavra do director geral da emissora ucraniana, "clarificar as circunstâncias da acção judicial e para determinar o procedimento a aplicar à apreensão [do fundo de garantia], de acordo com a legislação suíça".

Ainda não foi declarada a razão pela apreensão dos 15 milhões de euros e, este ano, foi o primeiro ano em que a EBU exigiu este fundo ao país anfitrião do evento.

Fonte: Eurovoix



Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.