ESC 2018: França procura representante para o festival



O principal canal público francês iniciou a procura pelo representante francês para o Festival Eurovisão da Canção (ESC) em 2018. As inscrições para os interessados encontram-se abertas a partir do dia de hoje. 

O principal canal público francês, France 2, abriu a partir de hoje as candidaturas aos interessados em representar o país na próxima edição do Festival Eurovisão da Canção, em 2018, a realizar em Portugal. Os candidatos têm de assegurar que a canção candidata não será divulgada em qualquer plataforma antes do dia 1 de setembro. Será admitido um número máximo de quatro autores por canção, e os mesmos terão de estar registados na Sociedade dos Autores, Compositores e Editores Musicais (SACEM) francesa. 

Este ano há uma novidade na seletiva francesa, uma vez que existe a possibilidade do canal público francês organizar uma seleção nacional em colaboração com a Endemic, Mission Eurovision. Contudo, esta informação ainda não foi confirmada oficialmente pela emissora. A última vez que a França organizou uma final nacional foi em 2014. 

A França estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1956 e já ganhou cinco vezes: em 1958, com André Claveau e a canção "Dors, mon amour", em 1960, com Jacqueline Boyer e a canção "Tom Pillibi", em 1962, com Isabelle Aubret e a canção "Un premier amour", em 1969, com Frida Boccara e a canção "Un jour, un enfant", e em 1977, com Marie Myriam e a canção "L'oiseau et l'enfant". Em 2017 a França foi representada pela cantora Alma, com a canção "Requiem", ficando em 12º lugar, com 135 pontos. 

Recorde a atuação da França no ESC 2017:


Fonte: Oikotimes /Vídeo: Youtube





Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.