ESC Hit List 2: 10 canções arruinadas no palco do ESC


Quantas vezes já nos apaixonámos por uma canção durante a temporada pré-eurovisiva? Uma infinidade de vezes... ouvimos, ouvimos e voltamos a ouvir! Mas quando chega o dia de a ver no palco do ESC só nos apetece mandar a televisão pela janela fora, porque o intérprete fez o favor de defraudar as nossas expectativas ou a equipa responsável pela atuação não esteve de todo à altura. Fiquem com as 10 boas canções arruinadas no palco do ESC!

1. Beth - "Dime" (Espanha 2003)



Uma das melhores canções que Espanha levou a concurso nos últimos anos arruinada pela intérprete. A canção tinha tudo para triunfar: favoritismo, ritmo, alegria, melodia. Pena a Beth se ter esquecido de aquecer a voz e ter desafinado durante grande parte da canção. 


2. 2B - "Amar" (Portugal 2005)



"Amar" não era propriamente uma obra de arte, mas tinha algum potencial e poderia ter chegado mais longe na competição, caso não tivessem ocorrido claros problemas técnicos nos microfones e a escolha do vestuário fosse mais inteligente. 


3. Emma - La Mia Città (Itália 2014)



Uma canção rock excelente que tinha tudo para alcançar o top 10. A atuação começa bem, mas a certo ponto, Emma prefere inserir demasiada sensualidade na apresentação e acaba por desviar as atenções da canção. Postura completamente desadequada nesta boa proposta. 


4. Slavko Kalezić - Space (Montenegro 2017)



Eu gostava bastante desta aposta e ainda gosto. O Slavko sabe como montar um circo em palco, como chocar o público e por todos a dançar. Só não sabe cantar afinado. Uma aposta completamente destruída pela voz do intérprete.







5. Samra - Miracle (Azerbaijão 2016)



O Azerbaijão tem um talento nato para escolher cantoras bonitas e com vozes incrivelmente... fracas. Samra não tem aparelho vocal para "Miracle", uma proposta pop deliciosa, ao estilo de Sia, capaz de cativar as rádios e ser um sucesso em todo o mundo. Mas cantadas deste modo, o único mérito que a canção tem é aparecer nesta playlist.  


6. Emmy - "Boom Boom" (Arménia 2011)



Não me lembro de ver a Arménia tão mal representada no palco do ESC. A canção é aceitável e divertida, mas o conceito que deram à canção em palco e a voz irritante e desafinada da Emmy enviaram a Arménia mais cedo para casa em 2011.


7. Aisha - "What For?" (Letónia 2010)



Devo confessar que adoro esta canção e que ainda hoje a ouço. Mesmo sabendo que a Aisha arruinou completamente esta proposta em palco com as suas desafinações, gritos e gemidos, a canção vai estar sempre no meu coração. 


8. Nina Kraljić - "Lighthouse" (Croácia 2016)



Era mesmo necessário a intérprete vestir um farol futurista e desafinar tanto? "Lighthouse" poderia ter sido candidata à vitória em 2016 se não fossem a voz insegura de Nina e o terrível guarda-roupa.


9. t.A.T.u. - "Ne ver', Ne Boysia" (Rússia 2003)


Uma excelente canção pop alternativa que pode não agradar a todos. Agora, o que não agrada a ninguém são as vozes do duo durante o refrão, capazes de furar os tímpanos a uma população inteira. Já para não falar do vestuário de ir ali à padaria comprar pão. 


10. Trintje Oosterhuis - Walk Along (Holanda 2015)



Não sei de quem veio a ideia de vestir a Trintje como um teletubbie gótico e de fazer estes planos tenebrosos, mas conseguiram aniquilar uma belíssima canção que ficou pelo caminho. Um dos maiores desastres no palco do ESC.  

Vídeos: Eurovision Song Contest, Pablo Fernández, 2000ESC2003

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.